A fila do Banco do Brasil: clientela sofre com chuva, sol e a demora para atendimento em Vitória da Conquista

Fotos: Yuri Góes | BLOG DO ANDERSON

A Lei Nº 1345/2016 [confira na íntegra] dispõe sobre o atendimento bancários e dá outras providências em Vitória da Conquista, mas muitas instituições não têm cumprido e o Poder Executivo Municipal não tem aplicado “sanções administrativas quando dos abusos ou infrações cometidas pelos estabelecimentos de prestação de serviços bancários ao consumidor no que se refere ao tempo de espera para atendimento ao usuário”, conforme diz a Legislação.

De acordo com a Lei Nº 1345/2016, o cliente tem que aguardar o tempo máximo em fila por “até 15 minutos em dias normais e até 30 minutos em vésperas ou após feriado prolongado”, caso contrário os bancos poderão ter seus alvarás cassados. Nessa semana, mais precisamente na quarta-feira (3), o BLOG DO ANDERSON foi procurado pelo jovem Yuri Góes. Ele fez algumas fotografias expondo a problemática enfrentada no Banco do Brasil localizado na Praça Barão do Rio Branco.

“Seria importante a divulgação da falta de respeito com a população. Ficar 40 minutos para pegar a senha e mais 2h40min para ser atendido é demais”, reclamou o jovem. Segundo ele, algumas tentativas de reclamações junto à Polícia Administrativa da Prefeitura de Vitória da Conquista não tiveram êxitos, pois o telefone disponível chamava, mas ninguém atendia.

“Isso aqui era muito ruim, mas piorou após o fechamento da agência da Régis Pacheco. Totalmente em desencontro com a Lei Municipal. Seis caixas para atender essa multidão é uma vergonha”, disparou. O BLOG DO ANDERSON buscou informações junto ao Banco do Brasil, mas até o fechamento dessa publicação não havia recebido nenhuma posição.


VC Repórter

O(A) internauta Yuri Góis participou do Você Repórter no Blog do Anderson.
Participe do VC Repórter enviando suas sugestões por Whatsapp [(77) 8801-3263], E-mail, pelo site (clique aqui) e por nossos celulares: (77) 8801-3263 / (77)9156-0640.

Os comentários estão fechados.