Guia de Oportunidades: Professor Adão divulga novas vagas de empregos e estágios em Vitória da Conquista

Foto: BLOG DO ANDERSON

A semana começou com muitas novidades para quem quer entrar no mercado de trabalho e estágios em Vitória da Conquista. Em seu “De tudo na tarde” que o BLOG DO ANDERSON reproduz nesta terça-feira (17), o professor Adão Albuquerque atualiza as inúmeras vagas para diversos setores na Capital do Sudoeste Baiano. Ouça todos os detalhes no player abaixo.


Edenisia Fraga: Ser Professor

Foto: BLOG DO ANDERSON

Edenisia Fraga de Souza Correia | Professora | edenisiafraga@hotmail.com.br

Dia do professor! É justo uma pauta para homenagear este profissional que é o pilar para a transformação da sociedade. Ser professor é colaborar com as pessoas na sua busca de realizações; estimular o exercício da cidadania em favor de uma sociedade justa e solidária e alfabetizar no sentido amplo. Diante das complexidades que a sociedade apresenta, o professor é o agente que abraça em sua sala de aula as realidades e diversidades, respeitando a dimensão humana, superando as limitações, indo além de sua atribuição para minimizar atitudes reveladas em âmbito de trabalho, por reflexo da realidade sócio econômica, afetiva e outras realidades evidenciadas. Leia a íntegra.


JM: Gastos com vereadores e transparência enganosa

Foto: BLOG DO ANDERSON

Jeremias Macário | Jornalista | macariojeremias@yahoo.com.br

Sem contar as 1.807 câmaras de vereadores que nem prestaram contas ao Tesouro Nacional no ano passado, o povo brasileiro gastou R$11,6 bilhões com estes parlamentares de 3.761 dos 5.569 municípios. É muita grana que poderia está sendo investida em educação, saúde, saneamento, transporte público e segurança.  Além do volume alto de recursos, onde vereadores em muitas casas votam seus próprios salários, nomeiam amigos e parentes, outra situação grave é a falta de transparência, ou quando existe alguma divulgação em seus sites, os dados são incompletos, confusos e enganosos, dificultando a compreensão do contribuinte, a grande maioria leiga em questões contábeis. Leia a íntegra.


Cultura Conquistense: O Rei dos Festivais lamenta a falta de apoio público e privado em Vitória da Conquista

Fotos: Jeremias Macário

Jeremias Macário | Jornalista | macariojeremias@yahoo.com.br

Com o pé na estrada e a sua inseparável viola sonora de nordestino valente, há 20 anos o poeta, cantor e compositor Walter Lajes vai ao encontro dos festivais de música e arte na Bahia e outros estados e sempre carrega em sua mochila o nome de Vitória da Conquista. Nessa lida artística de mais de 30 anos, o rei baiano dos festivais já participou de mais de 200 eventos e guarda em sua casa como recordação uma bagagem entre 40 a 50 troféus.

Como um verdadeiro caçador de festivais desde o final dos anos 80 e início dos 90 quando ainda não existia a internet, Walter Lajes, uma junção de Walter Luiz Araújo de Jesus, faz tudo isso com muito sacrifício, prazer e amor para projetar e divulgar seu trabalho, e claro, ganhar uma grana para seu sustento, mas lamenta e critica a falta de apoio logístico e financeiro do poder público em geral e da iniciativa privada que quase nada investe na cultura.

Mesmo diante das dificuldades para conseguir um patrocínio, Lajes garante que vai continuar pegando a estrada para seus festivais, mas em tom de desabafo disse estar decidido a não mais representar o nome de Conquista se não houver uma ajuda municipal. Desde quando veio de Ribeira do Pombal onde se criou e se sente filho da terra, o artista se fixou em Conquista e louva a cidade onde também lhe deu régua e compasso.

Na terra de Elomar e Glauber Rocha, cheia de talentos valiosos em várias linguagens artísticas como na música, na literatura, no teatro, na dança e no cinema, Walter não entende como esta grandiosa cidade é tão carente de atividades culturais, com tão pouco apoio dos setores público e privado. Sabemos que a Secretaria de Cultura tem se esforçado para apoiar o setor e os artistas, mas esbarra na contenção de recursos disponíveis na pasta. Leia mais.


Editorial de Deusdete Dias: revelações de Arlindo Rebouças sacodem o balaio da Política Conquistense

Foto: BLOG DO ANDERSON

A última quinta-feira (5) foi de muita agitação no balaio da Política Conquistense. Um dos fatos começou aqui no BLOG DO ANDERSON, que inclusive ganhou repercussão a nível nacional, com uma reportagem sobre um outdoor com a metade da face do vereador David Salomão dos Santos Lima (PTC) em defesa da Intervenção Militar. No final da tarde um grupo de professores e estudantes da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) realizou um ato em repúdio a ação que resultou na destruição da colagem que estava na calçada da instituição. O outro em debate fica em torno de sérias denúncias divulgadas pelo ex-vereador e ex-secretário municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Arlindo Santos Rebouças. E no Editorial da sexta-feira (6), em destaque aqui no BLOG DO ANDERSON, o analista político Deusdete Dias Filho, fez um resumo geral dessas revelações, entre elas supostos funcionários fantasmas na Prefeitura de Vitória da Conquista e outras irregularidades na gestão do prefeito Herzem Gusmão Pereira. Sobre o assunto o BLOG DO ANDERSON buscou informações junto a Secretaria Municipal de Comunicação, no entanto até a tarde deste sábado (7) nenhuma manifestação havia chegado. Ouça tudo aqui no BLOG DO ANDERSON com Deusdete Dias Filho.


Dirlêi Bonfim: Donald Trump e o estado de natureza

Foto: BLOG DO ANDERSON

Dirlêi Bonfim | Contador e Professor | dirleibonfim@gmail.com

O atual cenário da política internacional é no mínimo assustador, a forma como se apresentam os discursos das “autoridades globais”, com a suas plataformas de poder hegemônicos anunciando que na terra uma nova tragédia está por acontecer… Quando se fala em pleno século XXI, que as questões e as diferenças tem que ser resolvidas na força bruta, nos remete a uma reflexão sobre o pensamento contratual e o estado de natureza. O contratualismo, compreende-se como as diversas formas e teorias políticas que entre os séculos: XVI e XVIII, discorrem sobre a origem da sociedade, os fundamentos do poder político, estabelecido através de um contrato social, pela boa convivência e civilidade humana. Para onde caminha a humanidade…? Civilidade ou estado de natureza…? Leia a íntegra.


Jorge Maia: Pessoas invisíveis

Foto: BLOG DO ANDERSON

Jorge Maia | Professor e Advogado | maiajorge@yahoo.com.br

Eu era menino, e não faz muito tempo, e fazia parte do meu imaginário a possibilidade de ser invisível. Coisa de menino, tal qual os demais pensava em ser invisível para poder ouvir as conversas das pessoas sem que elas percebessem. Fazia parte das possibilidades a chance de provocar sustos e outra brincadeiras sem ser descoberto. Tudo isso era normal e até salutar, pois compunha o tecido dos sonhos da meninice, o que nunca fez mal a ninguém. Leia a íntegra.


Valdir Barbosa: Dezoito anos depois

Foto: Divulgação

Valdir Gomes Barbosa | Delegado de Polícia | vgbpol@yahoo.com.br

Os meninos mais gulosos ainda lambiam os dedos sentados ao chão, frente aos pratos, onde foi servido caruru oferecido aos Ibejis. Refrigerantes findavam nos copos de plástico e os caramelos, responsáveis por arrematar o repasto aqueciam a algazarra própria da efeméride onde os Santos Meninos – São Cosme e São Damião – são reverenciados todos os anos, quando ela seguiu para cumprir seu grande desiderato e o maior dos privilégios, dádiva apenas concedida às mulheres. Ser mãe. Leia a íntegra.


Nos Barracos da Cidade: a luta das ocupações ‘Cidade Bonita’ e ‘Comunidade Maravilhosinha’ à moradia adequada

Fotos: BLOG DO ANDERSON

Núcleo de Assessoria Jurídica Alternativa da UESB

Em 19 de março de 2017, às 4h da manhã, os primeiros tratores surgiam na ocupação chamada “Comunidade Maravilhosinha”, localizada no Cidade Maravilhosa, loteamento do bairro Zabelê, em Vitória da Conquista – BA. Sem decisão judicial e sem diálogo efetivo com os moradores, a Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista (PMVC) autorizou a derrubada de cerca de cem barracos, desalojando diversas famílias, sob alegação de estar a Comunidade Maravilhosinha em uma área de proteção ambiental. Do modo similar, a ocupação “Cidade Bonita” sofreu tentativa de despejo por parte da PMVC, no dia 25 de março. Leia a íntegra.


A Polêmica Viação Vitória: temendo calote em série, Sindicato dos Rodoviários diz estar tomando providências judiciais

Fotos: BLOG DO ANDERSON

A nova Polêmica Conquistense está em torno do Transporte Público, mais precisamente na Viação Vitória. Em seu Editorial desta quarta-feira (20) o jornalista Deusdete Dias Filho falou sobre a situação em que se encontra a companhia que na última semana conseguiu teve na Justiça, mesmo com um débito de mais de R$ 30 milhões com o Município de Vitória da Conquista, o êxito com a Recuperação Judicial com o aval do prefeito Herzem Gusmão Pereira. O foco da reportagem que o BLOG DO ANDERSON reproduz na íntegra é a declaração do presidente do Sindicato dos Rodoviários [Sindicato dos Rodoviários Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Transporte Rodoviário, Passageiros, Cargas, Fretamento, Turismo e Pessoal de Apoio de Vitória da Conquista – SINTRAVC], Álvaro Silva Souza, que teme um calote em massa da Viação Vitória.

Para Álvaro, essa Recuperação Judicial “mostra que realmente a empresa não tem mais folego financeiro para se manter”. “Aí pede uma Recuperação Judicial para poder ter esse folego, porque com esse folego econômico ela vai poder comprar novos ônibus, vai poder honrar com os compromissos que não estão sendo honrados. Se no tempo estipulado pela Justiça ela não honrar esses compromissos aí sim é deflagrado, decretado a greve, a falência. E o Sindicato não vai esperar a empresa decretar falência, jamais. O Sindicato já está tomando as providências para poder garantir os direitos trabalhistas de todos aqueles trabalhadores”, prometeu o sindicalista. Ouça o Editorial do Redação Brasil e entenda essa página da Polêmica Conquistense.


Ruy Medeiros: Os 100 anos de Herberto Sales

Foto: Reprodução

Ruy Medeiros | Advogado, professor e escritor | ruy-medeiros@uol.com.br

Herberto Azevedo Sales, se estivesse entre nós, completaria 100 anos de idade. Esse grande escritor da Latinoamérica nasceu em 21 de setembro de 1917, em Andarai, na Chapada Diamantina, Bahia. É filho de Heráclito de Sousa Sales Anna de Azevedo Sales. Casou-se com Maria Juraci Xavier Chamusca Sales com a qual deixou os filhos Heloisa, Heitor, Herberto. Estudou no Colégio Antonio Vieira, em Salvador, e retornou a Andarai, terra presente em mais de um de seus romances. Labutou em diversas atividades enquanto sua alma gestava o escritor multitemático que seria: em lides voltadas ao garimpo, transacionando com madeira, criando gado, e em esporádicas atividades comerciais. Não sei (nem isso importa muito) como conseguiu, em 1939 o cargo de Oficial do Registro de Imóveis em sua terra. Passou, nesse mesmo ano, a editar seus escritos (crônicas), nas páginas das revistas Vamos Ler e Carioca. Mudou-se de sua terra para o Rio de Janeiro, onde por vários anos trabalhou para a empresa editora de O Cruzeiro, do grupo de Diários Associados (Assis Chateaubriad). Leia a íntegra.


Rudival Maturano: A juventude grita com os excluídos

Foto: BLOG DO ANDERSON

Rudival Maturano | Advogado | rudivalmaturano@gmail.com 

Ao longo dos últimos anos, acompanhamos um crescimento da participação popular e social da juventude na agenda pública e na pauta nacional. Foi a partir de 2003, que a juventude brasileira começa a conquistar os seus direitos, após diversas jornadas históricas da população. Sendo assim, essa pauta começou a ser estruturada com maior ênfase e com uma mobilização decisiva, o que acabou por gerar as linhas gerais da Política Nacional de Juventude. Leia a íntegra.


André Ferraro: A tradicional confusão entre público e privado na administração governamental brasileira

Foto: BLOG DO ANDERSON

André Ferraro | Publicitário | andremrferraro@gmail.com

Quando a já falecida Dona Marisa Letícia ousou plantar uma estrela nos jardins do Palácio do Alvorada em Brasília foi aquele bafafá. Uma enxurrada de críticas à então primeira dama que exigiam uma presidência sem partido, como hoje exigem uma escola sem partido, foram feitas de forma mais que virulenta. Na realidade o que aquele gesto representava de negativo não era a presença do partido nos jardins palacianos, afinal de contas ele estava legitimado na vitória eleitoral. O ruim era a confusão entre o público e o privado, o que era permitido decidir e o que não era. Velha doença da política nacional. Leia na íntegra a opinião de André Ferraro.


Jorge Maia: O pai nosso e o Direito das obrigações

Foto: BLOG DO ANDERSON

Jorge Maia | Professor e Advogado | maiajorge@yahoo.com.br

Eu era menino, e não faz muito tempo, e aprendi a rezar o Pai Nosso com ênfase no trecho em que pedíamos perdão pelas nossas dívidas à medida que perdoávamos aos nosso devedores, ou seja havia uma proporção quanto ao perdão, o que eu não tinha a compreensão do que estava pedindo em troca da minha capacidade de perdoar. A vida nos conduz por caminhos que ensinam que viver é a capacidade de fazer dívidas, mas acho que viver bem, e em paz, é a capacidade de não contrair dívidas. É uma lição cara, poucos aprendem, apesar do custo emocional e do desgaste familiar e social. Leia a íntegra.


Deu no DO: Herzem nomeia mais um coordenador; Jânio destaca mudanças na Prefeitura de Vitória da Conquista

Foto: BLOG DO ANDERSON

O prefeito Herzem Gusmão Pereira acaba de nomear mais um coordenador para a Secretaria Municipal de Saúde. De acordo com o Diário Oficial do Município desta segunda-feira (28), Dermeval Silva Fonseca vai comandar a Coordenação de Infraestrutura, Transporte e Manutenção. Segundo o colunista político Jânio Vieira Freitas, dentro de alguns dias outras novidades vão surgir na Prefeitura de Vitória da Conquista com a criação da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, que terá Esmeraldino Correia Santos como comandante. Na análise de Freitas, Arlindo Santos Rebouças estará passando a batuta da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural para o ex-presidente da Empresa Municipal de Urbanização de Vitória da Conquista, José Willian de Oliveira Nunes. Rebouças vai permanecer na equipe de Herzem Gusmão, mas agora como secretário de Serviços Públicos. Outra personalidade que está caminhando com Herzem e é apontado como Coordenador de Iluminação Pública e Serviços Públicos é o peemedebista Deocleciano José de Souza Filho, o Ciano de Herzem.


Sobreviventes do Câncer: Rebecca Macêdo em bate-papo com Isaac Wellness; assista a reportagem

Fotos: Reprodução | YouTube

Isaac Wellness | Personal Trainer

Rebecca Macêdo, uma jovem que superou o Câncer e hoje consegue levar uma vida com muita motivação e acima de tudo, com mais leveza. Deixa uma grande lição para nós de que tudo é possível.

Confere na entrevista que Isaac Wellness, personal trainer e também um sobrevivente de câncer, idealizador do canal do YouTube: Sobreviventes de Câncer. Em entrevista, Isaac pôde compartilhar de realidades vividas por ambos na busca da cura.

“A maneira de encarar os desafios, faz toda a diferença!”, comenta. Juntamente com o apoio da família e amigos, Rebecca e Isaac venceram o câncer e usam as redes sociais para dar apoio e transmitir suas histórias para quem enfrenta esse desafio.

Confira o trabalho de reportagem idealizado e dirigido por Issac Wellness que o BLOG DO ANDERSON reproduz nesta quarta-feira (23).


Jeremias Macário: A Tarde e os impressos na Bahia

Foto: BLOG DO ANDERSON

Bons tempos quando o centenário jornal “A Tarde” era um dos maiores do Norte e Nordeste e líder absoluto na capital baiana em termos de circulação e preferência dos leitores.  Entre as décadas de 60, 70 e 80 Salvador contava com grandes impressos como Diário de Notícias, Jornal da Bahia, Tribuna da Bahia e, posteriormente, o Correio, sem contar pequenos semanários especializados que fechavam o círculo da informação nas áreas de esportes, política, economia, entretenimento, literatura, ciência, educação e cultura em geral. Leia a íntegra.


Rugby na Campanha do Agasalho: Ymborés e Maçonaria

Foto: Divulgação

Will Doll | Marketing Ymborés | marketing@ymboresrugby.com.br

No último domingo (30), o Ymborés Rugby Club esteve na Vila Serrana, na sede da Loja Maçônica Construtores da Fidelidade, e distribuíram aproximadamente 1.500 agasalhos e cobertores. A campanha que iniciou no mês de junho, com a arrecadação destes itens, é organizada pelo Conselho Maçônico de Vitória da Conquista e apoiada pelo clube de rugby, onde o intuito é de ajudar pessoas carentes a se protegerem do frio. O presidente do Ymborés, Gabriel Couto, explica que “no rugby é importante a prática da solidariedade, por isso a participação na campanha é uma ótima oportunidade de colocar em prática os valores defendidos pelo esporte”. O capitão do time masculino, Benjamim, acrescenta: “o jogador de rugby não é apenas alguém que treina, entra em campo e joga. Existe um “espírito” rugbier que vai além do campo”. Leia na íntegra.


Jorge Maia: A arte de beliscar

Foto: BLOG DO ANDERSON

Jorge Maia | Professor e Advogado | maiajorge@yahoo.com.br

Eu era menino, e não faz muito tempo, e me lembro dos momentos em que ao chegar em minha casa, vindo da escola, às vezes do futebol de rua, ou do trabalho em que eu ajudava o meu pai, um tanto esfomeado e dirigia-me para o fogão, na hora do almoço ou do jantar, destampando as panelas e beliscando o quanto ali se encontrava. Na memória auditiva ainda ouço a voz da minha mão: para de beliscar menino! Depois não almoça, ou não janta. Era assim. Uma tradição que eu mantinha com orgulho e que jamais abandonei e nem por isso perdia a fome e almoçava normalmente o mesmo volume de sempre. Eu sempre usei com equilíbrio a arte de beliscar, nunca permiti que aquela prática interferisse na minha refeição diária. Leia a íntegra.


Jeremias Macário: A extinção dos cerrados…

Foto: BLOG DO ANDERSON

Ao longo dos anos o homem só tem explorado a natureza para extrair seus lucros e consumir desbravadamente. A reposição tem sido insignificante ao tamanho da depredação. Como não existe almoço grátis, o meio ambiente agora cobra um custo alto através dos efeitos da poluição, do desaparecimento de rios e dos aquíferos com a escassez de água. As catástrofes nas cidades e nos campos provocam mortes e elevados prejuízos materiais. O barato está saindo bem mais caro. Leia na íntegra.