André Ferraro: A Serra do Piripiri, a habitação popular e o compromisso com as futuras gerações

Foto: BLOG DO ANDERSON

André Ferraro | Secretario Municipal de Comunicação

A primeira abordagem oficial consistente da questão ambiental em Vitoria da Conquista se deu no inicio de 1989, quando o então prefeito Murilo Mármore, hoje procurador geral do município, baixou um decreto considerando de utilidade publica toda a área da Serra do Piripiri acima da cota mil, e ainda no seu mandato criou a secretaria municipal do meio-ambiente. Em 1996, o então prefeito José Fernandes Pedral Sampaio declarou, por meio do Decreto 8.695, que 500 hectares deveriam ser preservados como Área de Proteção Ambiental, proibindo a extração mineral e o desmatamento do principal marco geográfico e histórico de Vitória da Conquista e nascente do Rio Verruga. Leia o artigo na íntegra.


Valdir Barbosa: Até logo, doutor Laranjeira

Foto: BLOG DO ANDERSON

Valdir Barbosa | Delegado de Polícia | vgbpol@yahoo.com.br

Pus-me desde ontem apreensivo e amanheci triste. Notícias que davam conta acerca duma repentina piora, no estado de saúde de Dr. João Laranjeira, hoje cedo definiram houvesse afinal ocorrido sua passagem. Lutava contra uma doença má e traiçoeira, porém, mesmo certos do quanto a vida segue seu curso, de modo inexorável, temos dificuldades em nos conformar com perdas, ainda mais, quando se trata da partida definitiva, ao menos deste plano, de um grande personagem, conforme escreveu com propriedade o jovem colega Jardel: um ser “inteligente, integro, brincalhão, sem vaidades os pretensões individuais… .>>>>>>

Uma Conquista cassada: Cerco e fuzil na Cidade do Frio

Foto: BLOG DO ANDERSON

Fala da ditadura civil-militar (1964-1985) em Vitória da Conquista dentro do contexto nacional do que foi o regime na Bahia e no Brasil com todas suas cenas de prisões, torturas, horrores, mortes e desaparecidos políticos, vítimas da brutalidade de uma época que não pode mais acontecer em nosso país, como relata o livro: “Brasil Nunca Mais”. >>>>>>


Deusdete Dias: mexe-mexe do trânsito deveria ser através de estudos técnicos e não por emoções

Foto: BLOG DO ANDERSON

O mexe-mexe no trânsito tem sido alvo de reclamações em Vitória da Conquista. Muitas intervenções têm pego muita gente de surpresa, como foi o caso que aconteceu recentemente nas ruas Francisco Santos e Monsenhor Olímpio. Em seu Editorial Conquistense desta terça-feira (14), o jornalista Deusdete Dias Filho disse acreditar que as intervenções têm sido feitas sem estudos técnicos, motivo este que tem provocado rebuliço no vai e volta. Ele citou os casos do Confusotório do Gancho, das avenidas Brumado e Jorge Teixeira. “O que me angustia é a forma exacerbada que estão sendo conduzida as decisões”, afirmou Dete Dias se referindo ao prefeito Herzem Gusmão Pereira em suas tomadas de decisões. Ouça o comentário na íntegra que foi ao ar no Redação Brasil.


Brasil: Vitória da Conquista é a melhor cidade da Bahia

Fotos: Eliezer Oliveira

Conversa Afiada, por Paulo Henrique Amorim

Segundo estudo da consultoria Macroplan, divulgado pela Revista Exame nesta sexta-feira (10), Vitória da Conquista é a melhor cidade para se viver na Bahia. O município ocupa a posição 63 no ranking das melhores e piores 100 grandes cidades do Brasil. A consultoria analisou os municípios com mais de 266 mil habitantes em 16 indicadores divididos em quatro áreas distintas: saúde, educação e cultura, segurança e saneamento e sustentabilidade.

Os pesos dos indicadores e das áreas que compõem o índice foram divididos da seguinte forma: 35,3% para educação e cultura; 35,3% para saúde; 20,6% para infraestrutura e sustentabilidade e 8,8% para segurança. O ranking foi formado por um índice que vai de 0 a 1, quanto mais próximo de 1, melhor é a condição de vida no local. No ranking, Vitória apresentou o índice 0,565, ficando à frente de cidade como Salvador (0,555), Recife (0,543), Aracaju (0,512) e Feira de Santana (0,511).


Lazer & Cultura: Sheila Lima e as Dicas do Final de Semana

Foto: BLOG DO ANDERSON

A Agenda Conquistense está lotada para este final de semana. No Lazer & Cultura do Band Revisa desta sexta-feira (10), Sheila Lima divulga tudo o que vai rolar na Capital do Sudoeste Baiano. Ouça tudo aqui no BLOG DO ANDERSON.


Dia da Mulher: Dona Zélia, 80 anos e muita história e garra

Fotos: Divulgação

Ser mulher é aprender desde cedo a ser forte, a ser dona do próprio nariz e do próprio corpo, a lutar pelos sonhos e por aquilo que se quer alcançar na vida. Ser mulher é aprender a vencer num mundo onde o homem tem a maioria dos privilégios e ainda assim não abaixar a cabeça nem por um segundo. E são os exemplos de grandes mulheres que nos inspiram e nos fazem lutar por uma sociedade cada vez mais justa e igualitária, pois é a partir destes exemplos, que percebemos a força da mulher para mudar o mundo.

Dona Zélia Andrade Bulhões, ou Dona Xêro para muitos, é um desses grandes exemplos de perseverança, força e, sobretudo, empreendedorismo, nos quais devemos nos espelhar. Nascida no ano de 1937, na Fazenda Itinga, casou-se aos 16 anos na cidade de Nova Canaã, onde teve quatro filhos entre os anos de 1954 e 1958 (Vladimir, Ronaldo, Tea Lúcia e Mozart). Aos 23 anos se divorciou do marido e voltou para a casa dos pais com os filhos, na cidade de Iaçu. Com 4 filhos pequenos para dar sustento, ali teria início a sua vida de empreendedora, onde foi professora de Arte Culinária. No ano de 1963, decidiu, junto com seus pais e irmãos, vir morar na cidade de Vitória da Conquista, pois as oportunidades seriam maiores e a educação dos filhos teria uma qualidade muito superior. Leia na íntegra o artigo de Rubens Vinícius.


Jeremias Macário: O Profano, o Religioso e o Político

Foto: BLOG DO ANDERSON

Jeremias Macário | Jornalista | macariojeremias@yahoo.com.br

Passado o carnaval, o quê será dos “pipocas” que tiveram uma vez em Salvador, que não é a maior festa de rua do planeta? Os donos do espetáculo encheram seus bolsos e a miudagem dos trabalhadores e ambulantes ficaram com as migalhas. Aqui na Bahia, principalmente, o ano novo só começa se arrastando no dia 6 de março com feriadões e tudo. Os governantes, por sua vez, batem o pé firme de que a muvuca rendeu bilhões para a economia e gerou milhares de empregos, mas não revelam o rombo dos bilhões que o comércio e a indústria deixaram de faturar pelo tempo em que suas atividades e produções ficaram paradas no país do caos político, moral e ético, onde a produtividade é a pior do mundo. >|>|>|>|


Rádio Brasil: Blitz Conquista sai do ar

Fotos: BLOG DO ANDERSON

Um dos espaços que vinha sendo o porta voz da população conquistense através das ondas sonoras saiu do ar. Nessa quarta-feira (1) foi a última edição do Blitz Conquista no Ar, através da Rádio Brasil. Os motivos não foram divulgados. Na sonora que o BLOG DO ANDERSON reproduz a seguir, o jornalista Frarlei Nascimento faz o seu desabafo prometendo voltar logo em breve. “Hoje é o nosso último programa Blitz Conquista no Ar aqui pela Rádio Brasil FM.

Quem sabe logo-logo em outras ondas do rádio nós estaremos falando, comunicando contigo”, comentou. Segundo ele o seu estilo jornalístico será mantido. “Nós não vamos deixar de denunciar, de falar, de reclamar no Blitz Conquista, lá no nosso site, sobre as coisas que estão ocorrendo em nossa Cidade, em nosso Estado e afetando o cidadão de bem”, disparou. Na última semana quem também deixou as ondas sonoras foi o jornalista Giorlando Lima. Ele apresentava o Informação e Análise via Rádio Melodia.


Entrei como foliã e sai como cordeira: advogada conquistense relata momentos de humilhação no Carnaval de Salvador

Fotos: WhatsApp | BLOG DO ANDERSON

A advogada conquistense Camila Nunes Silveira, de 31 anos, diz ter vivenciado momentos de humilhação em Salvador, onde curte o Carnaval. Em contato com o BLOG DO ANDERSON na manhã deste domingo (26), Camila Nunes disse que teve “um sonho em pedaços: Entrei como foliã e sai como cordeira”. Ela comprou um abadá original, no entanto seguranças do Bloco Cerveja e Cia a retiraram do meio dos foliões por desconfiarem da falsidade no traje. 

No artigo [Confira: Entrei como foliã e sai como cordeirae na reportagem gravada via telefone, Camila conta a sua versão que foi registrada na Delegacia de Proteção ao Turista na Capital Baiana. Sobre o assunto o BA entrou em contato com o Bloco Cerveja e Cia através de sua página no Facebook, mas até às 14h05min tinha recebido respostas. Ouça a entrevista no player abaixo desse assunto que virou Caso de Polícia durante a Festa de Momo.


Jeremias Macário: A estupidez humana e o Brasil

Foto: BLOG DO ANDERSON

Jeremias Macário | Jornalista | macariojeremias@yahoo.com.br

A humanidade capitalista e gananciosa está matando lentamente a terra e agora procura outro planeta para destruir, enquanto um bilhão de habitantes aqui vive na extrema pobreza. É a cara da estupidez humana onde oito cidadãos do mundo possuem a mesma riqueza de 3,6 bilhões de pessoas e 1% dos mais ricos tem patrimônio igual a 99% dos restantes. Mesmo com o aquecimento global e os desastres ecológicos de grandes proporções, a ordem do sistema econômico é produzir mais e mais e aumentar o consumismo de artigos supérfluos e de luxo que logo se transformam em lixo tóxico. A lógica assassina continua crescer, ter poderes e consumir para matar. >|>|>|>|>|>|>


A “Reforma” da Previdência é mesmo uma reforma?

Foto: Divulgação

Edmilson Blohen *

O que está na PEC 287 não é uma reforma, mas sim a extinção total de um direito fundamental da classe trabalhadora, de poder aposentar-se com dignidade após um longo período de atividade trabalhista. É muito mais que isso, aliás. Está em jogo o próprio direito de se aposentar após longos anos de atividade laboral dedicado à sociedade e ao país. Está em jogo que tipo de velhice terão os nossos idosos daqui para frente. E se os atuais e os futuros trabalhadores brasileiros terão condições de adquirir, na prática, o direito a uma aposentadoria antes de seu falecimento. >>>>>>


Parabólica Conquistense: turbulência na Prefeitura pode resultar na baixa de mais um secretário; ouça com Dete Dias

Foto: BLOG DO ANDERSON

Dizia Jose de Magalhães Pinto que “Política é como nuvem. Você olha e ela está de um jeito. Olha de novo e ela já muda”. Essa citação condiz com a realidade de Vitória da Conquista e como nunca antes as notícias surgem a cada segundo. Na Prefeitura de Vitória da Conquista, por exemplo, a nomeação e exoneração de membros da equipe do prefeito Herzem Gusmão Pereira tem deixado muita gente confusa. Em seu Editorial do Redação Brasil desta quarta-feira (22), o radialista Deusdete Dias Filho comenta essa turbulência que resultou na baixa do secretário da Administração, Paulo Williams Rocha da Silva, que poderá se desencadear em novas quedas. Na reportagem que o BLOG DO ANDERSON reproduz a seguir, Dete Dias fala também da manifestação do diretor-presidente da Empresa Municipal de Urbanismo de Vitória da Conquista (EMURC), José Willian de Oliveira Nunes, que falou sobre o seu descontentamento revelando o desejo de sua prematura saída do cargo.


Ônibus Interestadual: “Canetada desagradou Gregos e Troianos”, diz Pai Lourinho contestando Portaria unilateral

Foto: BLOG DO ANDERSON

O Pai Lourinho, personagem emblemático de Paulo César Batista de Oliveira que marcou as Eleições 2016 em defesa do então candidato Herzem Gusmão Pereira, eleito prefeito de Vitória da Conquista no segundo turno, agora utiliza o WhatsApp para contestar a Portaria Nº 01/2017 que proíbe o embarque e desembarque de passageiros de ônibus intermunicipais no perímetro urbano. Através do monólogo com pouco mais de três minutos, Pai Lourinho se direciona ao secretário municipal da Infraestrutura e Mobilidade Urbana, José Antônio de Jesus Vieira mandando o recado ao chefe do Executivo Conquistense. “O senhor conseguiu desagradar a Gregos e Troianos, com uma canetada só. Secretário, o senhor está proibindo ônibus interestadual e intermunicipal de parar no Centro da cidade. Senhor secretário eu gostaria que o senhor me explicasse como é que vai fazer o pessoal da Zona Rural, que toma o ônibus do Centro da cidade. O pessoal das cidades vizinhas que vem comprar e deixar o dinheiro em Vitória da Conquista”, questionou. “Eu gostaria de estar aqui elogiando o senhor, mas essa Portaria foi muito infeliz. O prefeito Herzem Gusmão está recebendo esse puxão de orelha do Véio”, explicou. Ouça o comentário deste domingo (12), o primeiro de uma série que o BLOG DO ANDERSON estará reproduzindo a cada semana.


Carlos Albán González: O Conquista deve continuar vivo

Foto: BLOG DO ANDERSON

Carlos Albán González

Por duas vezes neste espaço questionei a diretoria do Vitória da Conquista para o fato de, na condição de campeão da Copa Governador do Estado, ter optado em disputar a Copa do Brasil de 2017, em vez de participar do Campeonato Brasileiro da Série “D”. Em declarações dadas a uma emissora de rádio, ainda sob o impacto de uma desclassificação precoce diante do Coritiba, o presidente Ederlane Amorim surpreendeu os desportistas de sua terra ao prever a morte do clube, com apenas 12 anos de idade, por completa falta de recursos financeiros. >>>>>>>


Jorge Maia: Medos beócicos

Foto: BLOG DO ANDERSON

Jorge Maia | Professor e Advogado | maiajorge@yahoo.com.br

Beócia, 30 de fevereiro de um ano qualquer.

Querido Jorge Maia, jamais vou parar de cobrar o seu retomo para a Beócia, ou pelo menos que nos escreva, afinal, seria uma alegria revê-lo. Enquanto isso não acontece não desistirei de escrever para você e dar noticias aqui da nossa terra. Quero lembrar que o dia 30 de fevereiro é dia do Padroeiro da Beócia; São Benedito dos inocentes, portanto, feriado em nosso país.  Na semana passada fui visitar Maria Joaquina do Amaral Pereira Góes, pois sei da sua melancolia quando aproxima o carnal e se lembra de Bel. Carnaval sem Chicletes com Banana é algo impensável para ela. Bom, que se há de fazer? É o jeito dela. >>>>>>


Malu Fontes: suicídio ao vivo

Foto: Reprodução

Um dos mais intocáveis tabus do jornalismo é a abordagem do suicídio. Embora não haja alguma lei que proíba, coisa rara são leitores, ouvintes e telespectadores se depararem com notícias dando conta de um suicídio. Nesses casos, há duas saídas. A mais comum delas é usar eufemismos, como noticiar que uma pessoa caiu de um determinado andar e morreu. A outra é dizer textualmente que foi suicídio, mas de forma breve e sem quaisquer detalhes das circunstâncias, o que só ocorre quando se trata de uma pessoa pública ou famosa. Nos dois casos, a notícia é dada cheia de dedos. Leia na íntegra o artigo de Malu Fontes.


Jeremias Macário: O luthier que dá vida à música

Fotos: Jeremias Macário

Jeremias Macário | Jornalista | macariojeremias@yahoo.com.br

Com calma e muita paciência, as guitarras, os cavaquinhos, bandolins, as violas, violões e outros instrumentos de corda, através das placas finas do jacarandá, vão tomando forma nas mãos de Gilberto Ribeiro Sousa, o luthier que há 30 anos faz o som emocionar e transformar pessoas nos acordes e nas vozes dos artistas da música em suas apresentações nos palcos da vida.

Na verdade, o primeiro sopro musical é de seu Gilberto quando dá por concluída sua arte de confeccionar instrumentos que vão ser as vedetes nos shows, concertos e festivais. Ao passar a viola ou o violão para o outro artista que vai atrair e levantar plateias, é dele a primeira afinação e o veredicto de que está pronto para encantar os ouvintes.

Pelas suas mãos lixando, moldando e juntando as madeiras de jacarandá, cedro ou pinho, a guitarra é como uma criança que nasce e vai crescendo com o músico até ficar adulta e ter os sucessos merecidos. Quando acontece um problema com o instrumento, leva um arranhão ou uma pancada, lá está o luthier como um médico de hospital para tratá-lo e fazer voltar aos palcos. >|>|>|>|>|>|>


Como acontece a eugenia no Brasil dos poderosos

Foto: BLOG DO ANDERSON

Jeremias Macário | Jornalista | macariojeremias@yahoo.com.br

Durante séculos, desde o início da colonização, a elite capitalista brasileira sempre foi opressora, tirânica e nunca aceitou repartir os benefícios das riquezas com os mais pobres, principalmente com os negros que serviram de escravos sujeitos ao tronco e à chibata. É bom lembrar que a desigualdade no Brasil sempre foi estrutural, não resultado das crises. Este poder capital egoísta dos donos absolutos da terra na forma dos coronéis e depois da burguesia urbana “progressista” comercial e industrial, porém conservadora, terminou por fincar no Brasil as raízes de um processo lento de eugenia através das profundas desigualdades sociais que vão eliminando os mais fracos. >>>>>>


Valdir Barbosa: O tempo voa

Foto: Acervo | Valdir Barbosa

Há exatos quarenta e hum anos, deixei a tranquilidade da casa paterna. Ficaram para trás, minha doce mãe, meu extremoso pai e um filho posto no mundo, quando ainda nem encerrara minha vida acadêmica. A bordo de Ford, Corcel, primeiro modelo, na cor preta, regalo do velho, assim que o Governador me fez nomeado Delegado de Polícia, por indicação do saudoso Deputado Henrique Brito e referendo de sua esposa, Dona Dorinha, por isto considerada minha madrinha, rasguei a BR 324 e invadindo a 116 cheguei até Vitória da Conquista, me  lançando afinal, serra do Marçal abaixo, para aportar no sitio onde abrigaria meu destino desde então. Itapetinga. >>>>>>