Jeremias Macário: A estupidez humana e o Brasil

Foto: BLOG DO ANDERSON

Jeremias Macário | Jornalista | macariojeremias@yahoo.com.br

A humanidade capitalista e gananciosa está matando lentamente a terra e agora procura outro planeta para destruir, enquanto um bilhão de habitantes aqui vive na extrema pobreza. É a cara da estupidez humana onde oito cidadãos do mundo possuem a mesma riqueza de 3,6 bilhões de pessoas e 1% dos mais ricos tem patrimônio igual a 99% dos restantes. Mesmo com o aquecimento global e os desastres ecológicos de grandes proporções, a ordem do sistema econômico é produzir mais e mais e aumentar o consumismo de artigos supérfluos e de luxo que logo se transformam em lixo tóxico. A lógica assassina continua crescer, ter poderes e consumir para matar. >|>|>|>|>|>|>


A “Reforma” da Previdência é mesmo uma reforma?

Foto: Divulgação

Edmilson Blohen *

O que está na PEC 287 não é uma reforma, mas sim a extinção total de um direito fundamental da classe trabalhadora, de poder aposentar-se com dignidade após um longo período de atividade trabalhista. É muito mais que isso, aliás. Está em jogo o próprio direito de se aposentar após longos anos de atividade laboral dedicado à sociedade e ao país. Está em jogo que tipo de velhice terão os nossos idosos daqui para frente. E se os atuais e os futuros trabalhadores brasileiros terão condições de adquirir, na prática, o direito a uma aposentadoria antes de seu falecimento. >>>>>>


Parabólica Conquistense: turbulência na Prefeitura pode resultar na baixa de mais um secretário; ouça com Dete Dias

Foto: BLOG DO ANDERSON

Dizia Jose de Magalhães Pinto que “Política é como nuvem. Você olha e ela está de um jeito. Olha de novo e ela já muda”. Essa citação condiz com a realidade de Vitória da Conquista e como nunca antes as notícias surgem a cada segundo. Na Prefeitura de Vitória da Conquista, por exemplo, a nomeação e exoneração de membros da equipe do prefeito Herzem Gusmão Pereira tem deixado muita gente confusa. Em seu Editorial do Redação Brasil desta quarta-feira (22), o radialista Deusdete Dias Filho comenta essa turbulência que resultou na baixa do secretário da Administração, Paulo Williams Rocha da Silva, que poderá se desencadear em novas quedas. Na reportagem que o BLOG DO ANDERSON reproduz a seguir, Dete Dias fala também da manifestação do diretor-presidente da Empresa Municipal de Urbanismo de Vitória da Conquista (EMURC), José Willian de Oliveira Nunes, que falou sobre o seu descontentamento revelando o desejo de sua prematura saída do cargo.


Ônibus Interestadual: “Canetada desagradou Gregos e Troianos”, diz Pai Lourinho contestando Portaria unilateral

Foto: BLOG DO ANDERSON

O Pai Lourinho, personagem emblemático de Paulo César Batista de Oliveira que marcou as Eleições 2016 em defesa do então candidato Herzem Gusmão Pereira, eleito prefeito de Vitória da Conquista no segundo turno, agora utiliza o WhatsApp para contestar a Portaria Nº 01/2017 que proíbe o embarque e desembarque de passageiros de ônibus intermunicipais no perímetro urbano. Através do monólogo com pouco mais de três minutos, Pai Lourinho se direciona ao secretário municipal da Infraestrutura e Mobilidade Urbana, José Antônio de Jesus Vieira mandando o recado ao chefe do Executivo Conquistense. “O senhor conseguiu desagradar a Gregos e Troianos, com uma canetada só. Secretário, o senhor está proibindo ônibus interestadual e intermunicipal de parar no Centro da cidade. Senhor secretário eu gostaria que o senhor me explicasse como é que vai fazer o pessoal da Zona Rural, que toma o ônibus do Centro da cidade. O pessoal das cidades vizinhas que vem comprar e deixar o dinheiro em Vitória da Conquista”, questionou. “Eu gostaria de estar aqui elogiando o senhor, mas essa Portaria foi muito infeliz. O prefeito Herzem Gusmão está recebendo esse puxão de orelha do Véio”, explicou. Ouça o comentário deste domingo (12), o primeiro de uma série que o BLOG DO ANDERSON estará reproduzindo a cada semana.


Carlos Albán González: O Conquista deve continuar vivo

Foto: BLOG DO ANDERSON

Carlos Albán González

Por duas vezes neste espaço questionei a diretoria do Vitória da Conquista para o fato de, na condição de campeão da Copa Governador do Estado, ter optado em disputar a Copa do Brasil de 2017, em vez de participar do Campeonato Brasileiro da Série “D”. Em declarações dadas a uma emissora de rádio, ainda sob o impacto de uma desclassificação precoce diante do Coritiba, o presidente Ederlane Amorim surpreendeu os desportistas de sua terra ao prever a morte do clube, com apenas 12 anos de idade, por completa falta de recursos financeiros. >>>>>>>


Jorge Maia: Medos beócicos

Foto: BLOG DO ANDERSON

Jorge Maia | Professor e Advogado | maiajorge@yahoo.com.br

Beócia, 30 de fevereiro de um ano qualquer.

Querido Jorge Maia, jamais vou parar de cobrar o seu retomo para a Beócia, ou pelo menos que nos escreva, afinal, seria uma alegria revê-lo. Enquanto isso não acontece não desistirei de escrever para você e dar noticias aqui da nossa terra. Quero lembrar que o dia 30 de fevereiro é dia do Padroeiro da Beócia; São Benedito dos inocentes, portanto, feriado em nosso país.  Na semana passada fui visitar Maria Joaquina do Amaral Pereira Góes, pois sei da sua melancolia quando aproxima o carnal e se lembra de Bel. Carnaval sem Chicletes com Banana é algo impensável para ela. Bom, que se há de fazer? É o jeito dela. >>>>>>


Malu Fontes: suicídio ao vivo

Foto: Reprodução

Um dos mais intocáveis tabus do jornalismo é a abordagem do suicídio. Embora não haja alguma lei que proíba, coisa rara são leitores, ouvintes e telespectadores se depararem com notícias dando conta de um suicídio. Nesses casos, há duas saídas. A mais comum delas é usar eufemismos, como noticiar que uma pessoa caiu de um determinado andar e morreu. A outra é dizer textualmente que foi suicídio, mas de forma breve e sem quaisquer detalhes das circunstâncias, o que só ocorre quando se trata de uma pessoa pública ou famosa. Nos dois casos, a notícia é dada cheia de dedos. Leia na íntegra o artigo de Malu Fontes.


Jeremias Macário: O luthier que dá vida à música

Fotos: Jeremias Macário

Jeremias Macário | Jornalista | macariojeremias@yahoo.com.br

Com calma e muita paciência, as guitarras, os cavaquinhos, bandolins, as violas, violões e outros instrumentos de corda, através das placas finas do jacarandá, vão tomando forma nas mãos de Gilberto Ribeiro Sousa, o luthier que há 30 anos faz o som emocionar e transformar pessoas nos acordes e nas vozes dos artistas da música em suas apresentações nos palcos da vida.

Na verdade, o primeiro sopro musical é de seu Gilberto quando dá por concluída sua arte de confeccionar instrumentos que vão ser as vedetes nos shows, concertos e festivais. Ao passar a viola ou o violão para o outro artista que vai atrair e levantar plateias, é dele a primeira afinação e o veredicto de que está pronto para encantar os ouvintes.

Pelas suas mãos lixando, moldando e juntando as madeiras de jacarandá, cedro ou pinho, a guitarra é como uma criança que nasce e vai crescendo com o músico até ficar adulta e ter os sucessos merecidos. Quando acontece um problema com o instrumento, leva um arranhão ou uma pancada, lá está o luthier como um médico de hospital para tratá-lo e fazer voltar aos palcos. >|>|>|>|>|>|>


Como acontece a eugenia no Brasil dos poderosos

Foto: BLOG DO ANDERSON

Jeremias Macário | Jornalista | macariojeremias@yahoo.com.br

Durante séculos, desde o início da colonização, a elite capitalista brasileira sempre foi opressora, tirânica e nunca aceitou repartir os benefícios das riquezas com os mais pobres, principalmente com os negros que serviram de escravos sujeitos ao tronco e à chibata. É bom lembrar que a desigualdade no Brasil sempre foi estrutural, não resultado das crises. Este poder capital egoísta dos donos absolutos da terra na forma dos coronéis e depois da burguesia urbana “progressista” comercial e industrial, porém conservadora, terminou por fincar no Brasil as raízes de um processo lento de eugenia através das profundas desigualdades sociais que vão eliminando os mais fracos. >>>>>>


Valdir Barbosa: O tempo voa

Foto: Acervo | Valdir Barbosa

Há exatos quarenta e hum anos, deixei a tranquilidade da casa paterna. Ficaram para trás, minha doce mãe, meu extremoso pai e um filho posto no mundo, quando ainda nem encerrara minha vida acadêmica. A bordo de Ford, Corcel, primeiro modelo, na cor preta, regalo do velho, assim que o Governador me fez nomeado Delegado de Polícia, por indicação do saudoso Deputado Henrique Brito e referendo de sua esposa, Dona Dorinha, por isto considerada minha madrinha, rasguei a BR 324 e invadindo a 116 cheguei até Vitória da Conquista, me  lançando afinal, serra do Marçal abaixo, para aportar no sitio onde abrigaria meu destino desde então. Itapetinga. >>>>>>


Transporte Coletivo Urbano: Vitória reconhece dívida de R$33 milhões; companhia busca meios para estabilidade financeira

Foto: BLOG DO ANDERSON

O imbróglio do Transporte Coletivo Urbano continua movimentando os comentários na imprensa conquistense. Na manhã desta sexta-feira (20), em seu Editorial do Redação Brasil, Deusdete Dias Filho falou sobre a situação da Viação Vitória e detalhou um pouco mais do sistema em Vitória da Conquista. A reportagem que o BLOG DO ANDERSON reproduz aconteceu após uma longa conversa entre o comunicador e o diretor da Vitória, Cláudio Vinícius Andrade. Segundo Dete, a Viação Vitória, que deve pouco mais de R$33 milhões ao Município, quer a linha D38, a nova tarifa e ainda cita outras condicionais para a recuperação financeira da empresa. Ouça tudo no player abaixo.


Deusdete Dias: “O Transporte Coletivo é o calcanhar de Aquiles de Herzem Gusmão”; ouça o comentário

Foto: BLOG DO ANDERSON

A transformação do Transporte Coletivo Urbano também está entre as promessas de campanha do prefeito Herzem Gusmão Pereira. Ainda sem prazo definido, o peemedebista deverá aprovar o transporte alternativo através de vans, mas enquanto isso não chega ele liberou a circulação dos veículos em Vitória da Conquista. Ainda neste primeiro semestre deverá ser aprovado o novo valor das passagens atendendo a demanda das duas empresas que operam na Capital do Sudoeste Baiano: Cidade Verde e Viação Vitória. Em seu Editorial do Redação Brasil que foi ao ar nesta quarta-feira (18), Deusdete Dias Filho comentou sobre o processo que para sele será o “calcanhar de Aquiles” de Herzem Gusmão. Ouça com Dete Dias.


Jorge Maia: Apelidos no CEUSC

Foto: BLOG DO ANDERSON

Jorge Maia | Professor e Advogado | maiajorge@yahoo.com.br

Outro dia recebi uma carta da Beócia cujo teor era um comentário sobre os apelidos da Operação Lava Jato. Aquela carta me fez lembrar do CEUSC, em relação a apelidos, sei que aqueles que nasceram depois de 1990 não sabem o que é, ou o que foi o CESUC. Era uma residência estudantil existente em Salvador e que tinha a finalidade de servir de moradia aos estudantes universitários e também aos vestibulandos, na época não tínhamos a UESB. A casa era mantida pelo nosso município, sua existência foi de um valor inestimável para Vitória da Conquista. Perguntem aos seus pais sobre o CEUSC. >|>|>|>|>|>


Romélia Lessa: É Ano Novo, de novo!

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Romélia Lessa | Advogada | romelialessaadv1@gmail.com

Conta a história que às vésperas de 11000 a. C. ocorreu a maior crise da humanidade com potencial de extinguir o homem da face da Terra. Àquela época o homem vivia da caça, porém, feita de modo indiscriminado, os animais selvagens iniciaram um processo de escassez, paralelo a isso um pequeno aquecimento global agravou a situação e as presas boas, como os mamutes, eram cada vez mais raras. No entanto, precisavam se alimentar foi então que começou o cultivo de sementes, surgindo a agricultura e com o auxílio da observação e posicionamento das estrelas e a trajetória do sol   descobriram o ciclo dos tempos, as estações do ano. Com isso, nossos ancestrais acreditavam que a vida se renovava a cada ciclo completo, incutindo na cultura humana que a própria vida se renova a cada ano. >|>|>|>|>|>


Valdir Barbosa: Dias melhores virão

Foto: BLOG DO ANDERSON
Foto: BLOG DO ANDERSON

Valdir Barbosa | Delegado de Polícia | vgbpol@yahoo.com.br

Embarcamos todos os viventes deste planeta terra, numa nova viagem com prazo determinado. Ontem, meia noite, fizemos o transbordo de uma a outra composição, na estação chamada tempo e, decerto, cada viandante de sua própria história, no vagão dourado ou desgastado ao qual o destino permitiu estarem acomodados, lhes fez  perceber, independente do conforto ou desconforto dos carros engatados uns depois dos demais que todos eles, numa progressão infinita traziam vários nomes gravados em auto relevo, nos quatro lados de cada um dos seus cabriolés: ESPERANÇA, CARIDADE, ALTRUÍSMO, HONESTIDADE, BOA VONTADE, DETERMINAÇÃO e FÉ, dentre outros conceitos elevados. >>>>>>

Jorge Maia: Apelidos na Beócia

Foto: BLOG DO ANDERSON
Foto: BLOG DO ANDERSON

Jorge Maia | Professor e Advogado | maiajorge@yahoo.com.br

Beócia, 30 de fevereiro de um ano qualquer.

Querido Jorge Maia, não mais pergunto se posso chamá-lo de querido, acho tão natural e sei que isso não provoca nenhum tipo de ciúme e a nossa amizade permeia um ambiente de amizade e confidencialidade que todos respeitam, aliás, se alguém tivesse ciúmes da nossa amizade seria Francis, mas ele sabe que a nossa amizade é de muita pureza. >>>>>>


Edwaldo Alves: A Educação entreguei para ACM Neto

Foto: BLOG DO ANDERSON
Foto: BLOG DO ANDERSON

Edwaldo Alves Silva | Sociólogo | edwaldoas@gmail.com

Finalmente a cidade conheceu o secretariado do prefeito eleito Herzem Gusmão. Realmente havia muita expectativa, ansiedade e nos mais ingênuos até esperança de grandes novidades. Afinal o próprio radialista irradiava aos quatro cantos que iria escolher os melhores, os mais preparados, independentemente de questões políticas, para ajudá-lo a governar a cidade a partir de 2017. Abriram-se as cortinas e o palco apresentou aqueles que ele considera os melhores. >|>|>|>|>


Jorge Maia: Como vai a Beócia?

Foto: BLOG DO ANDERSON
Foto: BLOG DO ANDERSON

Jorge Maia | Professor e Advogado | maiajorge@yahoo.com.br

Beócia, 30 de fevereiro de um ano qualquer.

Querido Jorge Maia, há muito tempo que nós não nos falamos e isso me deixou triste. Sempre o tive como uma pessoa amiga. Por um momento fiquei  ressentida com o seu silêncio, o que inicialmente me pareceu indiferença, mas passei a compreender as suas dificuldades em manter a sanidade diante do caos que o seu país está enfrentando. Não ligue para isso. Essa gente dos partidos políticos não tem jeito. Eles sabem enganar o povo. Brigam diante das câmeras, mas, juntos, consomem whiskey e caviar nos bastidores, nos finais de semana, distante dos olhos da população. >|>|>|>


Gildásio Alves: Governo do Estado passa por cima do direito de férias dos professores em Vitória da Conquista

Foto: BLOG DO ANDERSON
Foto: BLOG DO ANDERSON

Gildásio Alves | Professor | gildasioalves@gmail.com

Sou professor da Rede Estadual de Ensino no regime de trabalho de 40 horas e atuo em duas escolas, a saber: Escola Estadual São João Batista, no período vespertino; e no Colégio Estadual do Campo Cabeceira da Jibóia, no período noturno. A partir do dia 30 de dezembro, vou entrar de férias da Escola Estadual São João Batista, devendo retornar a esta unidade no dia 1º de fevereiro para a Semana Pedagógica 2017. No entanto, o Colégio Estadual do Campo Cabeceira da Jibóia indica que deverá prorrogar as atividades do ano letivo de 2016 até o dia 25 de janeiro de 2017. >|>|>|>


Jorge Maia: Em defesa de Mãe Joana

Foto: BLOG DO ANDERSON
Foto: BLOG DO ANDERSON

Jorge Maia | Professor e Advogado | maiajorge@yahoo.com.br

Mãe Joana sempre foi uma figura simpática, uma pessoa pacata, permissiva, mas chamada de mãe em todos os momentos. Todos notamos um certo carinho por Mãe Joana, uma figura afável. É verdade que as reclamações querem atingir o excesso de liberdade em sua casa existente, e não podemos negar que às vezes perdemos a paciência com a desorganização e, por vezes, chegamos a nos acostumar com a loucura daquela desorganização, mas nada que não seja consertável, ou remediável como diriam alguns. >|>|>|>|>|