Academia do Papo: Há sentido lógico e explicações morais para o terrorismo dos Estados Unidos?

Foto: BLOG DO ANDERSON

Paulo Pires

O ato terrorista dos Estados Unidos contra o Irã levantou poeira em todo o Planeta e, por conseguinte, é visto sob diversos ângulos e dimensões geopolíticos, objeto, como não poderia deixar de ser, deplorado pela maior parte dos observadores especialistas em relações internacionais. O primeiro questionamento que se faz é sobre a Lógica do ataque. O presidente dos Estados Unidos, que aos olhos das pessoas sensatas do mundo parece não gozar de boa saúde mental, justificou o ataque dizendo que o ordenara porque teve informações que os iranianos iam atacar seu País. Será que isso é verdade? Na avaliação dos melhores analistas de conjuntura internacional, essa justificativa não tem fundamento, principalmente se for levado em conta que os Persas, desde a Era Cristã, perderam o hábito de invadir países (isso ocorria na História antiga). >>>>>>

O segundo dado é que, se existe um País que adora invadir outros países e provocar hecatombes político-sociais, esse País tem o nome de Estados Unidos da América. Alguém já ouviu falar que Cuba invadiu os Estados Unidos? Quem invadiu o longínquo Afeganistão? Foram os afegãos ou foram os rapazes da terra de Tio Sam? Eu nunca ouvi falar de nenhum país que tenha invadido os Estados Unidos. A velha Inglaterra, que colonizou o território do senhor Donald Trump, teve o privilégio de explorar os gringos até o início do século dezenove. Depois da surra que levaram em Boston, a exploração acabou e os gringos da América vivem sem ser explorados até hoje.

Pois agora o governo dos Estados Unidos (com eleições previstas para esse ano) comete no segundo dia do ano um ataque assassino contra um Grande Oficial do Povo iraniano, argumentando que o herói militar daquele País estava planejando um ataque contra Instituições e contra o Povo americano. MENTIRA.

Os experientes analistas avaliam que o senhor Trump viu no assassinato do militar iraniano uma bela oportunidade para rechear seu discurso de campanha, iludindo seu povo, sob justificativa de que o fizera para proteger os cidadãos estadunidenses dos ataques terroristas dos aiatolás. MENTIRA.

A outra explicação Moral que se encontra sob o entulho do infortúnio é a velha tentativa de os americanos destruírem o regime fundamentalista dos aiatolás para se apoderarem do Petróleo dos persas. Fato semelhante ao que fizeram com os Líbios, onde Kadhafi se ferrou e a Líbia mergulhou mais ainda, depois do vazio provocado pela morte do seu grande líder, em um pântano cheio de víboras.

Fato irrefutável: toda vez que eleições americanas se aproximam (fato que ocorrerá em outubro vindouro), algum dos seus candidatos (geralmente o Presidente) recorre ao expediente de cometer uma grande barbaridade planetária para que em seus “discursos patrióticos” sejam colocados como destaques ataques terroristas oficiais, enaltecendo-os como feitos heróicos do governo, em seus eternos discursos demagógicos de proteção aos Povos e à Liberdade. MENTIRA.

Será que um pouco de Lógica ajudaria à formulação de um pensamento objetivo? Ou a Lógica morreu em 1951, conforme proclamou Wittgenstein? Parece que o pensador alemão não estava errado ao anunciar a morte da Lógica no ano do meu nascimento.
Utilizamo-nos da Moral, campo da Filosofia que tem por função avaliar e orientar os hábitos dos indivíduos e sociedades, para destacar que governos estadunidenses atacam e invadem países há mais de cinco décadas e o fazem por diversos motivos imorais, considerando não haver justificativa lógica (ou moral) para atacar oficiais iranianos, que estavam em território iraquiano em evento totalmente fora de cenário de Guerra… É mister, Paul, 2020 tem que mudar, senão a coisa vai ficar ruim … piorar…
Saudações a todos e até nosso próximo encontro.

 

Paulo Fernando de Oliveira Pires | paulopires@uesb.edu.br

*Os artigos reproduzidos neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do BLOG DO ANDERSON


3 Respostas para “Academia do Papo: Há sentido lógico e explicações morais para o terrorismo dos Estados Unidos?”

  1. João Rafael Conde

    Conforme lista de terroristas e financiadores de terrorismo do governo britânico, atualizada em 05/12/2019 (https://assets.publishing.service.gov.uk/government/uploads/system/uploads/attachment_data/file/850599/Terrorism_and_Terrorist_Financing.pdf), o Major-General Quasem Soleimani estava incluindo desde 17/10/2011 tanto na lista britânica quanto na europeia de terroristas e seus financiadores. Diante do exposto, o texto do Prof. Paulo Pires somente serve para expor ao ridículo o autor e promover gargalhadas a sua audiência.

  2. PAULO PIRES

    Mister Anderson Oliveira, eminente Diretor do Blog

    Sartre, o grande Sarte, dizia por um dos seus personagens: O INFERNO SÃO OS OUTROS.

    Claro que as Potências Hegemônicas, aquelas que compõem o G-7, fazem parte do Clube dos que mandam no Globo…. Assim, tá explicado….

    O FATO É QUE QUEM INVADE E ROUBA (COMO SEMPRE FIZERAM HISTÓRICA E POR PRAXE), FORAM ESSAS POTÊNCIAS…..

    PRECISA EXPLICAR MAIS? ….. EVIDENTE QUE NÃO DÁ PRA GENTE DISCUTIR COM CERTAS PESSOAS…. TEM UMA AÍ QUE AINDA ESCREVE A PALAVRA VOCÊ COM CEDILHA (Voçê)… DÁ PARA DIALOGAR COM ESSE TIPO DE GENTE?

    UM ABRAÇO PARA TODOS E, MINHAS RECOMENDAÇÕES QUE VOLTEM AOS BANCOS ESCOLARES PARA APRENDEREM QUEM SAQUEOU, PILHOU, ROUBOU, DESTRUIU POVOS E CULTURAS….. NÃO FORAM OS PAÍSES PERIFÉRICOS …. ESSES FORAM AS VÍTIMAS.

    Grande abraço, meu caro Anderson…. Não publique comentários com palavras e expressões de Baixo Calão, geralmente usadas por esses tipos…. Eles não tem argumentos… Eles tem agressões que aprenderam desde a mesma tenra idade em meios que a gente nem sabe a natureza

    Grande abraço e até a próxima coluna

    Paulo Pires

  3. Silvio Moreno

    Chega a ser hilário alguns comentários, não enxergam que os EUA cometeram o ato terrorista. O mundo está vendo o que aconteceu. Só babaca não enxerga. Os iraquianos sensibilizados com a tragédia: como perder os amigos tão barbaramente. Centenas de milhares de iraquianos cantando “Morte à América” juntaram-se à procissão funeral para o general do Irã Qassem Soleimani e o chefe das forças anti-terror do Irã Abu Mahdi al-Muhandis em Bagdá. No Brasil, o maluco presidente ainda manifesta apoio aos amercanos. Bozo é um maluco. Está brincando com fogo. Parabéns professor Paulo Pires, você foi brilhante com este artigo.

Os comentários estão fechados.