Galeto na Brasa do Norte: quase um boteco

Léo Tavares | @buteco512

Se você procura por dicas de onde encontrar iguarias deliciosas por preços sensacionais, lugares inusitados e quitutes que valem à pena cruzar Conquista City… você veio ao lugar certo! Rodar a cidade, descobrir esse lugares e contar pra vocês é meu ofício. Para mais dicas, me siga no instagram (@buteco512).

Fotos: Léo Tavares | Buteco512

Um dos locais mais saboroso e pitorescos que descobri foi o Galeto na Brasa do Norte, de meu amigo Pedro. Também fica na Av. Joaquim Froes, em frente ao Restaurante Temperos. Não é buteco, mas lá você pode tomar uma cerveja, comer um petisco, jogar conversa fora e ver a vida passando. Pedro se orgulha do tempero e preparo de seus galetos (deliciosos por sinal) e da farofa que os acompanha, feita pela sua esposa. A farofa é tão boa, que Pedro costuma dizer que vende a farofa e o Galeto vai de brinde.

A churrasqueira fica no muro da casa dele, virado pra rua, ele põe um balcão, algumas cadeiras e pronto… ta montado. Há quem vá pra pegar 1 ou 1/2 galeto assado na brasa, mas há quem vá pra comer por lá, acompanhado de uma cerva gelada. Pedro corta a ave com uma tesoura apropriada e serve com a bendita farofa… sensacional.

“Ahhhh, mas não pode chamar isso de buteco!” – Você pode estar pensando, mas eu não chamei, disse que é quase, hehe. Lá sai outros espetinhos e tira-gostos, tudo na brasa: asinha de frango, kafta, espetinho de camarão, costelinha de porco, coxa e sobre-coxa de galeto, calabresa e uma Tilapia feito sob-encomenda e com hora pra buscar….porque se não, resseca.

O Galeto na Brasa do Norte é um dos melhores galetos assados que já comi em VDC City (amo galeto), pode ir sem medo de ser feliz, mas vá cedo! Costuma acabar perto das 15 horas. Lá funciona sexta, sábado e domingo e o Galeto inteiro custa $26,00 Taokeis e o 1/2 galeto $14,00. Para maiores informações siga o @oficial_galetonabrasa ou entre em contato pelo telefone (3421-0449). Gostou da matéria? Me segue la no instagram (@buteco512) que tem muita dica legal e humor sem noção, também. Até a próxima. Forte Abraço.

Bar e Restaurante Temperos: carneiro cozido e abóbora

Gosto de quando me dão dicas de onde comer, mas gosto mais ainda quando, além de indicar, vão junto…hehe. Aí a gente já chega “amigo” do dono por tabela, a conversa flui melhor e o proprietário não fica “cheio de dedo” quando começo perguntar/tirar foto do local. Assim foi com meu amigo Herley lá no Bar e Restaurante Temperos.

Fotos: Léo Tavares | Buteco512

O Bar fica no bairro Alto Maron, rua Joaquim Fróes, 130, esquina com a Rua Poti, tem errada não. Fui lá em uma sexta-feira e a pedida era um Carneiro Cozido. Acompanha abóbora com um toque da casa, arroz “garradim no aí”, feijãozim farofado e saladinha fresca.

Carneirinho sem “ranço”, ou como os mais refinados diriam, “sem retrogosto residual”… sensacional. Pedimos o prato comercial que serve 02 duas pessoas. Lá também serve PF. O lugar é de esquina e ótimo pra Tomar uma gelada e ver a vida passar.

Dona Ivanilda é proprietária do bar e dona do tempero que encanta a galera, mas não aparece na “pista”, esse é o cargo de Marcio (Zero 1), garçom boa praça que parece que é o dono, tamanha é a sua desenvoltura e cordialidade ao tratar com os clientes. O Bar, com dona Ivanilda, já deve beirar os 9 anos de serviço, lá serve almoço todos os dias, exceto às terças.

O Valor do comercial é $40,00 taokeis e lá aceita cartão. Pode provar da pimenta da casa, é mais gostosa do que ardida. Gostou da matéria? Então me segue lá no meu instgram (@buteco512), tem muita dica massa. Até a próxima. Forte Abraço!

Léo Tavares

@buteco512

Boteco do Petisco: Petiscos, cerveja e almoço….

Léo Tavares | Buteco512

Quem aqui não gosta de botecar levante a mão! Brincadeira viu gente, não dá pra ver daqui onde estou não…hehe. No quesito boteco pitorescos e sossegados, hoje falo do Boteco do Petisco, que fica na praça Gesne Chagas, 03 – Urbis 1. O bar já foi campeão do Agosto de Buteco em 2016 e conta com uma variedade de petiscos que caiu no gosto de seus clientes. Mas, não é sobre isso que viemos falar hoje, né verdade?

Fotos: Léo Tavares | Buteco512

O Boteco do Petisco também serve almoço delícia, caseiro, com a “carninha” passada na hora, por singelos $13 taokeis. De Quarta à Domingo, das 12 às 15 horas. O sabor é SENSACIONAL e agradou uma das Críticas gastronômicas mais ferrenhas que eu conheço… minha filha adolescente de 16 anos (Helen). Meu(a) amigo(a)…se agradou aquela menina, pode ir que é garantido.

O Cardápio “vareia” a cada dia, mas o tempero de Cléo(Sócia e Dona da Cozinha) e sua equipe é muito bom. Vá preparado pra comer bem, são pratos de deixar feliz qualquer pedreiro. E não tem nada demais comer um “Prato de Pedreiro”, desde que você bata uma laje depois…hehe.

Fotos: Léo Tavares | Buteco512

Comi um BIFÃO de frango empanado, sequinho, bem temperado, junto com arroz, farofa de feijão, legumes e macarrão alho e óleo. Como as carnes (algumas) são passadas na hora, demora um pouco, mas vale a espera. O fluxo de pessoas sentadas no bar para almoço no meio de semana nem é tão grande, mas o que tem de gente da “vizinhança” pegando marmita e levando pra casa não tá escrito. Quer uma Dica? Chegue cedo e garanta o seu!

Gostou da matéria? Me segue lá no instagram (@buteco512). Tem muita dica legal e humor non sense por lá. Até a próxima. Forte abraço!

Léo Tavares

@buteco512

Dukas Bar: comida caseira e frangão de padaria

Sabe aquele bar/boteco que a gente passa na porta e sempre vê gente se divertindo/bebendo/comendo, mas nunca paramos pra entrar, sempre temos curiosidade de ir, mas sempre falamos pra nós mesmos “um dia ainda vou aí” ?! Então… aconteceu comigo no Duka´s Bar (antigo Tukas Bar), que fica em frente ao Lomantão, ou na lateral do estacionamento, se você preferir… mas pra mim, é em frente.

Fotos: Léo Tavares | Buteco512

Fui por indicação do João Ricardo Barreto e já vou dizendo que a comida do lugar é SENSACIONAL. Adoro quando sou surpreendido positivamente e adoro mais ainda as dicas dos meus seguidores. Podem enviar mais via direct lá no instagram (@buteco512) que eu prometo ir à todas…hehe.

O bar existe há muito tempo, mas há apenas 5 meses está sob a tutela do Dailson, vulgo Índio, que aos poucos tá reformulando o lugar. Lá sai almoço todos os dias, tem aquele velho frangão de padaria($25 taokeis) pra você levar pra casa(recomendo) e pra quem tá afim de uma gelosa… petiscos diversos e variado.  >>>>

Espetinho do Gordinho: espetinhos e pingas diversas

 Léo Tavares | Buteco512

Olha, coisa boa é quando eu saio e vejo a noite de VDC city animada. Cada canto tem sua tribo, seus ritmos, suas preferências, mas nada é tão democrático quanto um espetinho de esquina, né verdade? E em nossa cidade tem muitos, muitos muito bons, mas hoje eu vou falar do Espetinho do Gordo, que fica no Bairro Guarani, esquina da Castro Alves com Juquita França número 56, de frente ao Companhia da Moqueca.

Fotos: Léo Tavares | Buteco512

Bom, eu recebi o convite para ir degustar o espetinho de Asinha de Frango, pelo próprio Gordinho (dono), vulgo: Jeanderson (hehe). Não só a asinha, mas como também o de picanha, medalhão, queijo, kafta, frango e coração. O lugar é muito legal no quesito “butecão com espetinho”. Fica num bairro familiar e nas mesas tem amigos, mulheres, crianças, idosos… bem família mesmo. E Tem a galera que fica no balcão ou simplesmente em pé.

O espetinho é de esquina e na encruzilhada fica mais 3 bares e restaurantes… cada qual com sua especialidade. Cervejinha gelada e pingas? Tem também! Experimente a de Jabuticaba ou o Coquinho… é bom pra dar uma alternância na voltagem. Entre uma cerveja e outra, uma pinga e um espetinho… lembre-se de se hidratar pra não sair bebão de lá, ta ok?!

Os preços são convidativos, vão de $3,00 conto até $4,50 o espertinho mais caro. Gostei muito do de porco, recomendo! Lá Funciona de quarta a sexta das 5:30 às 11:30hr, sábado das 11:30 da manhã ate meia noite e domingo das 10:30 até 18 horas. Ah, o Valor do espetinho de asinha é $3,50 conto, peça um “aipinho” pra acompanhar. Gostou da matéria? Me segue lá no meu instagram (@buteco512), tem um monte de dica legal por lá. Até a próxima. Forte Abraço!

Léo Tavares
@buteco512

Bar do Alan: Comida Caseira aos finais de semana

Fotos: Léo Tavares | Buteco512

 Léo Tavares | Buteco512

O Bar do Alan é um buteco raiz em Vitória da Conquista. Daqueles com cerveja gelada, garrafas de pinga sortidas e variadas numa prateleira, estufa com “amenidades” no balcão, cardápio de tira-gosto memorizado e, também, pregados na parede. Dizem que a famosa moela de lá é muito boa e que só sai as segundas-feiras, não comi … ainda! Aos finais de semana (sexta e sábado, domingo não!) ele serve almoços e isso já tem bem uns 20 anos. Quem vai pra cozinha não é ele não, é a sua mãe, Dona Nega, a pessoa responsável pelas delicias servidas no bar.

Você pode escolher entre buchada, feijoada, sarapatel, carne cozida ou galinha caipira. São sempre os mesmos pratos e isso tudo em duas modalidades:O Comercial ($15 taokeis), que a comida vem em cumbuquinhas e você pode se servir, e o PF ( $12 Taokeis).

A carne cozida estava sensacional (foi o que eu pedi). Os acompanhamentos são: arroz, feijão farofado (ou caldo), vinagrete, macarrão, farofa manteiga. Dispensei o macarrão e o feijão…desta vez, que fique bem claro. O Bar do Alan é bem familiar e tem musica ao vivo todas as sextas, à noite. Fica na Rua Veríssimo Ferraz, 400, próximo ao Ibis Hotel. Gostou da matéria? Me segue la no meu instagram (@buteco512), tem muita dica legal por lá. Até a próxima. Forte abraço!

Léo Tavares
@buteco512

Clube Gastronômico: você compra um prato e o segundo prato saí de graça em Vitória da Conquista

Fotos: BLOG DO ANDERSON

Um encontro no Restaurante Bistrô, nesta sexta-feira (8), marcou o lançamento da segunda edição do Clube Gastronômico. No Guia, idealizado pelo Empresário e Influenciador Digital Léo Tavares, do Blog Buteco512, e da jornalista Cibele Costa, traz dicas gastronômicas com muitas vantagens em Vitória da Conquista.

“O Clube Gastronômico Conquista oferece a você a vantagem de poder comprar 2 pratos nos melhores restaurantes de Vitória da Conquista e pagar apenas por 1”, destaca. Para participar é muito fácil, basta adquirir o Guia por R$ 99,90, dentro do mesmo vem um cartão que te possibilita a experiência gastronômica que envolve 26 estabelecimentos. O Guia vai estar à venda a partir de segunda-feira (11) na Banca Central, Banca Conquista [no Rondelli da Avenida Olívia Flores] e na Livraria Nobel.

“A nossa proposta com o Clube é de fomentar a gastronomia da cidade e fazer com que as pessoas voltem a frequentar os restaurantes nos dias em que elas não costumam ir, como no meio da semana. Isso vai a aumentar o fluxo de público que já frequenta esses restaurantes parceiros, além de atrair novos clientes que ainda não conhece a gastronomia do lugar”, explica Léo Tavares. No vídeo, Léo Tavares fala mais um um pouco sobre essa Novidade na Cidade. Confira algumas fotos registradas pelo BLOG DO ANDERSON.

Lanchonete Meira: vale a pena o deslocamento

Léo Tavares | Buteco512

Que tal um “beijuzinho” com um “pouquinho” de queijo e ovo? Um cafezim, quem sabe, pra rebater e passa a régua. A dica de hoje é um dos ponto icônicos de nossa cidade, não fica beeeeeeem dentro da cidade, mas está dentro dos limites do Município de Vitória da Conquista.

Fotos: Léo Tavares | Buteco512

A lanchonete Meira fica no Ponto do Mariano, parada obrigatória pra quem tá de passagem pelo Capinal em VDC City. Point da galera do pedal, da moto ou dos simples mortais que curtem comer bem e pagar justo. O ponto do Mariano é famoso e fica na BA-263 Vitória da Conquista-Itambé KM 22, 10 minutos de carro, partindo da DASS em direção à Serra do Marçal.

Lá você não encontra só beiju, tem uma infinidade de iguarias de maior ou igual grandeza que você pode apreciar no balcão, já prontas pra consumo ou, se você quiser, pode pedir os que demandam de mais tempo, como um pão na chapa, um misto e por ai vai…

O “beijuzinho” foi $7 conto e o café $1. A Lanchonete Meira é aquele tipo de lanchonete que você pode tomar café da manhã ao meio dia ou almoçar as 7 da manhã, entendeu? Parei lá dia desses, voltando de uma mini-ferias em Porto Seguro (“Os mangado também vêve”) e resolvi tomar um café de responsa. >>>>

Restaurante Flor do Sertão: PF de domingo a domingo

Léo Tavares | Buteco512

Quem acompanha o blog e o instagram (@buteco512) sabe que eu gosto de indicar locais onde se pode comer bem, mas se eu puder indicar um local onde você coma bem e barato… ai fica melhor ainda. O restaurante de hoje é o Flor do Sertão, que fica ali, no comecinho da Juracy Magalhães, logo após o “Gancho”, mas acho que pelas fotos vai ficar mais fácil de localizar.

Fotos: Léo Tavares | Buteco512

Lá em Pedrão o esquema é o seguinte: $15 conto o PF, $30 conto o comercial (vem mais comida, o que já é um absurdo de comida vem ainda mais) e $40 conto a refeição que aí já pra lascar mei mundo. O cardápio fica na parede e o que tiver um X ainda tem pra servir. Pedrão abre o Flor do Sertão por volta fas 7 da matina e fecha lá pras 4 da tarde, a comida é fresca do dia, ele faz pouco justamente pra não sobrar e não ter que guardar de um dia pro outro. Leia a íntegra.

Restaurante do Vavá: comida farta e barata

 Léo Tavares | Buteco512

O local de hoje é conhecido por vários nomes e alcunhas. O PF do Vavá, Restaurante do Vavá, O Gaiolão, A Grade… mas todos esses nomes, todos, te algo em comum:

O Sabor!

Fotos: Léo Tavares | Buteco512

O restaurante do Vavá fica na Avenida Laura Nunes, quase em frente ao João de Barro Eventos. Tem menos de um ano que a Avenida Laura Nunes foi asfaltada, mas desde antes o restaurante já era bem frequentado. Pessoas de toda sorte, do peão ao dono da obra, da galera ao cara solitário, dos que toma uma antes e dos que só querem só uma coca… gente de todo jeito e maneira frequenta o restaurante, todos atrás de comer bem e, porque não, pagar pouco. Leia a íntegra.

Lid Cris: O lanche da madrugada em Vitória da Conquista

 Léo Tavares | Buteco512

“Dispa-se de preconceitos e vista-se de fome” , a frase é minha, mas pode usar…hehe!  Isso mesmo, a fome não tem credo, raça, partido político ou time de futebol. O bar/lanchonete da dica de Hoje é do meu amigo Joaquim: O Lid Cris! Um dos bares/lanchonetes mais antigos e amigo da boêmia da cidade. Um dos poucos que ficam abertos pela madrugada afora e que pode saciar a sua fome. Não tem delivery, mas tem um dos lanches mais saborosos de VDC City e com um dos melhores custos benefícios. A maionese é caseira e muito saborosa também, e até hoje ninguém nunca ficou cego…hehe. Brincadeiras à parte, pode comer que é de confiança!

Fotos: Léo Tavares | Buteco512

Cerveja gelada? Tem também! Pra quem tá começando ou terminando a noite. É normal ver pessoas por lá no bom e velho virote aos finais de semana ou quando tem shows/formaturas. Mas eles não vão só atrás de cerveja não, lá em Kinca (só pode chamar assim quem é cliente, tá?!), tem uma buchadinha e um sarapatel de responsa, já pra repor as energias. Sensacional! Pinga de várias cidades do interior de nossa “Baêa” você encontra por lá, muitas delas presentes de amigos que já levam nesse intuito, vender e propagar a cultura da pinga artesanal. Experimente.

O Lid Cris fica ali, subindo a rua da Kina de Massú, direto, Rua Castro Alves, 133, “num tem erro”. Joaquim vai te atender, sem muitas firulas, mas com presteza. Lanche com o preço super em conta e com muito sabor. Se ligue na foto do Filé acebolado com bacon, mas se quer uma dica, peça o Vitaminado e me diga depois o que achou. Gostou da matéria? Me siga lá no instagram (@buteco512), tem muita dica legal. Até a próxima. Forte Abraço!

Tavares

@buteco512

Lanchonete Oliveira: das 6 da matina às 18 horas

Léo Tavares | Buteco512

Mais um lugar onde se come bem e se paga pouco. Lugar de cerveja gelada, pinga e a famosa Caipirinha do Ricardo. Lugar com uma buchada sensacional às quartas-feiras (já falei pra por no sábado tbm), uma estufa com salgados, panquecas e bolos pra quem quiser tomar café. Aberto das 6 da matina até às 6 da tarde… Ficou curioso(a)? Só se você não prestou atenção no título da matéria…hehe. Tô falando da Lanchonete Oliveira.

Fotos: Léo Tavares | Buteco512

Ali tem tem uns 40 anos de história em VDC City. Começou com o Seu João Oliveira no bairro Recreio e hoje é o Ricardo (Driu) que está à frente, mas é o seu João que comanda a cozinha. A lanchonete hoje fica no centro da cidade, na Rua Cassiano Santos, ao lado da Meira Gás. Tem cardápio diferenciado todos os dias, é quase temático. Não experimentei todos os pratos, mas sei que sábado é dia de feijoada e quarta, como já disse, tem a buchada (deliciosa). Os PF “Vareiam” de preço, mas são de $10 a $12 conto. Como já estamos em 2019, pode ter ocorrido algum re-ajuste…hehe.

A lanchonete Oliveira além de servir almoços, cafés e ter aquela cerva gelada, ainda abastece alguns váaaaarios botecos da cidade com pinga… e dá boa. Vá lá experimentar. É um dos pouco locais em VDC City onde você consegue almoçar a qlqr hora da tarde, basta ainda ter o prato em questão. Como disse, o horário de funcionamento é pra pegar o trabalhador conquistense e os pratos, além do preço em conta, são muito bem servidos (PF de Pedreiro) e saborosos.

Pimentinha da casa é no jeito e saladinha fresquinha. Recomendo. Se não tiver afim de uma cerva peça o refri capitalista, uma KS bem gelada (Coca-Cola gente). Pode ir que você vai ser bem atendido pelo Ricardo, aproveita mande um abraço por mim.

Gostou da matéria? Me segue lá no meu instagram (@buteco512), tem muita dica legal. Até a próxima. Forte Abraço!

Tavares
@buteco512

Buteco512: Bar do Elias, almoço de terça-feira à sábado

O que muita gente já sabe é que o Bar do Elias é o Bar famoso pelo Oescoço de Peru (até já fiz uma matéria sobre) que sai todas as quintas em seu estabelecimento, né verdade? O que poucos sabem é que de terça à sábado lá também serve almoço… e no estilo BBB (bom, bonito e barato).

Fotos: Léo Tavares | Buteco512

 Léo Tavares | Buteco512

Fui atrás, não vou mentir pois mainha me educou direito, do pescoço de peru pra almoçar, mas como a mercadoria ta em falta na city pedi uma coxa de peru nos mesmo moldes. Lógico que saia, e sai, outros pratos (carneiro, carne de sol, buchada…) mas não queria fugir muito da narrativa.

Outros clientes foram se achegando e pedindo uma cerveja (estupidamente gelada) e uma porção de torresmo, outros uma pinga, pra Foguinho (Garçom gente boa do local), mas eu não, eu já cheguei com fome e já cheguei pedindo o almoço…hehe. Essa é a porção pequena. Serve duas pessoas? Serve! Um sozinho come? Come! O fato é que a quantidade de acompanhamentos possibilita pedir a porção pequena pra dois, só isso.

Por módicos R$20 conto veio a coxa de peru, arroz, macarrão, feijão tropeiro, abóbora cozida, salada e pirão. Isso mermo (é mermo, mermo) 20 conto é a porção pequena, 40 a média e 60 a grande.

O tempero do Bar do Elias é sensacional, super indico. O bar fica na Av Yolando Fonseca, 100. É a rua do bom e velho Gimba Jardim, e deixe de coisa que todo mundo sabe onde fica o Gimba…hehe. Quando for lá, no bar do Elias, diga que Léo Tavares mandou um abraço. Gostou da matéria? Tem muita mais dica como essa no meu instagram (@buteco512), me segue lá. Até a próxima. Forte abraço.

Buteco512: Carneiro & Cia em novo endereço

Fotos: Léo Tavares | Buteco512

 Léo Tavares | Buteco512

O já consagrado restaurante Carneiro & Cia está com novo endereço em Vitória da Conquista. Fui convidado pelo meu amigo Chef Anderson Rocha a conhecer as novas instalações do restaurante e confesso que curti. Situado na Avenida Braulino Santos, ao lado do Educandário Maria Salomé, o restaurante Carneiro e Cia conta com uma casa enorme, cheia de ambientes, arejada e convidativa.

O restaurante funciona de terça a domingo, se não me engano, apenas para o almoço inicialmente e com o já consagrado cardápio com 90% à base de carneiro, mas para os que não curtem a iguaria o restaurante tem bife de chorizzo, pato, coelho, galinha cabidela e outros pratos pra agradar ao paladar de todos.

Entre uma foto e outra, um bate papo descontraído, um kibe crú (você tem que comer) e finalmente o prato feito pelo chefe, um bife de chorizzo na chapa, com legumes grelhados, farofa (pecaminosa) e um baião de 2 à moda do chefe. Sensacional.

Não é um prato individual. Cada prato do local serve até 3 pessoas de tão bem servido.  Agora você não tem mais a desculpa de não ir ao Carneiro e Cia porque é longe…hehe! Gostou da matéria? Essa e outras dicar você encontra lá no meu instagram (@buteco512), segue lá. Até a próxima. Forte Abraço!

Bigode Bar e Restaurante: Feijoada todos os dias

Fotos: Léo Tavares | Buteco512

Sempre passo pelas ruas prestando atenção no trânsito é claro em bares e restaurantes pitorescos. E passando pela Avenida Filipinas, aquela que avenida que é paralela à Avenida Juracy Magalhães e que também vai até o Shopping Conquista Sul, só que sem trânsito, e vi uma placa que me chamou a atenção: “Temos Buchada e Feijoada Todos os Dias!”

E eu Pensei logo “Tenho que Conhecer”. Sempre disse que comer feijuca aos sábados é comum, é normal, e o restaurante que tivesse essa iguaria outros dias da semana, ia matar à pau, porque ia se destacar pelo inusitado. Leia na íntegra.

Demora no Atendimento: Delivery X Presencial

Foto: BLOG DO ANDERSON

 Léo Tavares | Buteco512

Olá pessoas, tudo bem? Quem já me acompanha há algum tempo sabe que tento não só indicar onde comer bem, não importa o preço, mas se for barato já ajuda, mas também tento fazer um serviço de informação, tanto pro cliente quanto pro empresário do ramo de alimentação. A dica de hoje é sobre uma coisa que já me aconteceu, não foi uma nem duas vezes, e aconteceu com alguns seguidores meus (Segue lá, @buteco512), que foram em locais que eu indiquei e reclamaram pra mim via direct… não foi bem reclamar, foi mais um desabafo: Demora no Atendimento. >>>>>

Buteco512: os melhores petiscos são premiados no Agosto de Buteco em Vitória da Conquista

Um mês, 24 bares, mais de 6000 petisco… assim foi o Agosto de Buteco 2018, evento de gastronomia de boteco que está em sua terceira edição. Munidos com seus miniguias, ou seguindo pelas redes sociais, os butequeiros saíram atrás de novos e deliciosos petiscos, descobrindo Conquista City!

 Léo Tavares | Buteco512

No dia 06 de outubro, na Apache Music Club, véspera das eleições, aconteceu a cerimonia de premiação do Agosto de Buteco com a presença dos bares, amigos, colaboradores e patrocinadores, numa festa embalada por Tom Lemos e os Formidáveis, Trio Toquemais e Dj Tony.  O evento se baseia na “experiência gastronômica” proporcionada ao cliente, onde é avaliado, por um júri popular e, também, por um júri técnico, o sabor/apresentação, temperatura da cerveja, atendimento, higiene, tempo de serviço e engajamento com o evento. Com a média dessas notas o evento premiou os 3 vencedores de 2018. Em terceiro lugar ficou o Bar Encontro, com uma farofa de tripinha servida com banana da terra à milanesa.

Em segundo lugar ficou o Bar Copacabana Beer, com a uma língua bovina cozida, servida em lâminas, acompanhada com farofa de cuscuz e molho lambão.

Em primeiro lugar, pela segunda vez, o Bar Pisa na Fulô, com o prato “Seu prazer é todo nosso”. Um croquete de abóbora, recheado com costela bovina na manteiga de garrafa, acompanhado de um chutney de banana.

Também foi premiado o melhor garçom do Agosto de Buteco, por voto popular em site, o Maciel de Jesus Vieira, garçom do Copacabana beer. O evento que é promovido pelo Léo Tavares (@buteco512) junto com o pelo Marcos Túlio e conta com a assessoria da Up Mídias Sociais desde o primeiro ano do evento, contou esse ano com o apoio, também, da agência Dona Graça, que cuidou de algumas peças publicitárias e cobertura da festa.

Contou também com o patrocínio da Cerveja Sol Premium, Radio Club FM, Supergás Brás, Senac, Exiba Outdoor, Terrária, Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista, Partiu Conquista, Revista Gambiarra, vários digitais influencers e Blog do Anderson. A todos os envolvidos, o nosso obrigado.

Foi lindo. Até 2019!

Buteco512: O burguer nosso de cada dia

Fotos: Léo Tavares | Buteco512

 Léo Tavares | Buteco512

O Artesanal é a febre do momento. Costumo dizer que o Artesanal é o novo “Gourmet”, tudo na vida agora é artesanal isso, artesanal aquilo. Mas essa volta que a cozinha está fazendo às suas origens, contra o que é processado e industrializado, é muito melhor que a goumertização sofrida a uns anos que, em sua grande maioria, só serviu mesmo pra aumentar o preço.

 E um dos arautos dessa boa nova foi o Hambúrguer, que ganhou status de refeição, deixou de ser junkfood e passou a ser tratado com estrela do evento. Não que o “pordrão” tenha perdido espaço (até já escrevi sobre isso aqui), mas o Burguer Artesanal cresceu de maneira exponencial aqui em VDC City.

É uma vertente da cozinha que ainda muita gente não conhece. Um burguer bem feito pode sim substituir uma das 3  refeições do dia, porque não? Vamos ter proteína, carboidratos e vegetais. “Ahhhhhh, mas e a gordura? e o Bacon? e a fritura?” Estamos falando de menos sódio, menos aditivos químicos e qualidade do alimento! Fora isso é só usar o bom senso…hehe. Leia a íntegra.