Armenio Santos: Coronavírus ou COVID-19

Foto: BLOG DO ANDERSON

Armenio Souza Santos

Há exatos 30 dias aconteceu o Carnaval em 27 estados do Brasil, destaco 5 destes: Bahia, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo. Por aí circularam, aglutinaram e se tocaram, mais de 48 milhões de pessoas, dos quais 5 milhões eram turistas de diversas partes do País e do Mundo, da Itália inclusive, que circularam livremente. Confira a opinião do médico Armenio Santos.

SALVADOR – 16.5 milhões de pessoas / 854 mil turistas;
BELO HORIZONTE – 4.5 milhões de pessoas / 211 mil turistas;
RECIFE/OLINDA – 5.6 milhões de pessoas / 1.9 milhão turistas;
RIO DE JANEIRO – 6.4 milhões de pessoas / 2.1 milhões turistas;
SÃO PAULO – 15 milhões de pessoas.

Que desesperança para todos nós com os nossos dirigentes políticos! Em nenhum momento deste percurso, ouvimos uma só palavra no sentido de suspender ou prorrogar o Carnaval no Brasil, por nenhum dos Poderes.

A catástrofe e a ameaça do novo coronavírus a nível mundial, desde novembro já estava estabelecida e, como médico, ex secretário de Saúde e criador dos primeiros agentes de saúde no País em 1983, defendendo sempre a máxima de que “Saúde é bom e barato, caro é a doença”, percebi o risco e, em 30 de Janeiro editei esta nota que fiz circular nas redes sociais de meus compartilhamentos:

“ E AGORA !? (30-01-2020)
O CORONAVÍRUS É UMA AMEAÇA CONCRETA À VIDA E A PAZ.
O Vírus está assolando a China e se espalhando pelo Mundo.
O ciclo migratório leva e traz doenças por todo Mundo.
Aqui no Brasil, o Carnaval se aproxima e em nosso País, haverá um intenso fluxo de pessoas originários de diversas partes do Mundo e de todos os Continentes.
Com destaque para a Bahia, Pernambuco, São Paulo e Rio de Janeiro, o Carnaval aglutina pessoas e, historicamente, após a festa, ocorre epidemias de doenças, com destaque para a Conjuntivite e a Gripe.
Agora com a rápida propagação e a gravidade MORTAL do CORONAVÍRUS, o que fazer ?
Alguma decisão tem que ocorrer.
ATENÇÃO AUTORIDADES.
Em defesa da vida e da paz ”

Agora, após a omissão no carnaval e com o caos instalado, nossos dirigentes políticos, com destaque para Prefeitos e Governadores, ficaram VALENTES e passaram a decidir e impor sobre nossas vidas (apesar de necessário), com o discurso de que estão nos protegendo.
Qual nada, estão dissimulando a opção da subserviência ao poder e valor econômico, sobrepondo à ameaça de vida de 210 MILHÕES de pessoas do nosso Brasil.
Algo tem que ocorrer em nosso País para que nós cidadãos possamos voltar a acreditar que o poder político é para dirigir as nossas vidas e exercido por homens do bem e vocacionados para com a vida, a família e o crescimento humano e nunca simplesmente para com o valor econômico e financeiro proporcionado por ele.
Indistintamente, as Redes de Comunicação não deram a importância ao fato, por estarem envolvidas econômica e diretamente na organização e transmissão do carnaval.
Preparando o terreno para não gerar apreensão e pânico naquele momento, em janeiro um “colega médico” noticiava pelo Fantástico e para todo o Brasil, de que a ação do CORONA VIRUS era mais alarde do que o propagado, preparando assim a “tranquilidade” para a participação do povo no Carnaval/2020.
Não teve uma só liderança “política ou social” que se pronunciasse sobre a tragédia que estava à mostra e por vir.
Agora, nos impõe necessárias restrições e, com terror, causam uma disputa de poder político e econômico e, como sempre, nos usando como eterna “massa de manobra”;
Mas, a vida que denominamos de DEUS, cobra e cobrará com juros e correção.
A nós Brasileiros e cidadãos comuns, só resta registrar, sempre que possível, nossas indignações ou censuras e rezar para que surja a cura para este terrível NOVO CORONA VIRUS.
E mais, saibam que no início dos anos 2000, uma epidemia de gripe chamada SRAS – “Síndrome Respiratória Aguda Severa”, ameaçou parte do Mundo e, sabe qual a etiologia? CORONAVÍRUS e a CHINA. Consultem a Revista SAÚDE é Vital – maio 2003, Editora Abril e formem o conceito de que os ditos líderes em sua quase totalidade, só almejam o poder econômico de encontro à vida e a felicidade da população.

Em defesa da Vida e da Paz

Dr. Armenio Souza Santos
Médico de Profissão
Político social por sensibilidade e vocação

 

*Os artigos reproduzidos neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do BLOG DO ANDERSON


Deixar uma Resposta