BLOG Entrevista | servidor atribui perdas salariais a perseguição política na Prefeitura de Vitória da Conquista

Foto: BLOG DO ANDERSON

Servidores ainda queixam das perdas salariais em Vitória da Conquista. De outro lado, os comissionados que deveriam receber R$ 4.276,86 faturam quase ou até mais de R$ 10 mil por mês. Em entrevista ao BLOG DO ANDERSON neste domingo (2), Edgar Borges Costa comentou essa situação chegando a atribuir o imbróglio a perseguição política, fruto da intolerância antidemocrática.

Conforme Edgar Borges, os cancelamentos aconteceram no início do ano, sob o comando da prefeita Ana Sheila Lemos Andrade, do Democratas. “No primeiro governo não houve isso”, afirmou em referência ao ex-prefeito Herzem Gusmão Pereira. O desejo de Edgar, lotado na Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, é que aconteça abertura para o diálogo para que tudo volte como era antes.


Deixar uma Resposta