Mostra Cinema Conquista: Começa a 10ª edição

Fotos: Divulgação
Fotos: Divulgação

Iniciou na noite deste domingo (12), no Centro de Convenções Divaldo Franco, em Vitória da Conquista, a décima edição do Mostra Cinema Conquista. Na ocasião, o público pôde visitar as exposições em homenagem a duas figuras do cinema baiano: João Sampaio (com a presença da sua família) e Geraldo Sarno, que também esteve presente. Além disso, aconteceu a sessão de abertura com a exibição de dois filmes também baianos: o curta do conquistense Glauber Lacerda, Reviramundo; e o longa-metragem de José Umberto Dias, Revoada. Ambos com as presenças dos diretores e atores.

abertura4

A homenagem a João Sampaio, crítico de cinema, que havia trabalhado na curadoria da Mostra Conquista, e que faleceu em maio deste ano, foi de grande emoção. Geraldo Sarno, cineasta baiano de Poções é o homenageado especial da décima edição da Mostra, e para isso, foi montada uma exposição belíssima, que conta a história de sua vida e obra. Presente no evento, Geraldo comenta: “só tenho a agradecer por esta homenagem. Estar aqui em Conquista e Poções representa um momento mágico, volto à infância e isso me deixa muito comovido”.

abeetura2

Além da exposição, o curta de abertura, Reviramundo, mostra a visita que Geraldo fez recentemente a Poções, depois de quase 50 anos, revisitando lugares os quais influenciaram seus filmes. Antecedendo a última exibição da noite, o maestro João Omar e o ator Jackson Costa fizeram uma apresentação especial para dar ao público o clima do filme que viria a seguir: Revoada, de José Umberto Dias, trouxe a história de um subgrupo de Lampião, que revoltados com a morte do líder, decidem partir em vingança. Perseguidos por uma equipe policial, o dilema é se entregar ao governo ou lutar.

abeetura6

O filme mostra tensão, resistência do cangaço, amizade, sonhos, amor e medo da morte.  A programação da Mostra tem continuidade nesta segunda, com a Mesa-Redonda “Ser Tão Cinema: memória social e registros de vida” abrindo as atividades acadêmicas na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). E a programação segue até o dia 17. Confira a programação.

Literatura: Terezinha Spínola prepara nova obra

Foto: Blog do Anderson
Foto: Blog do Anderson

De volta à Vitória da Conquista, a escritora Terezinha Fernandes Spinola anunciou uma nova obra literária. Em breve contato com o Blog do Anderson na noite deste domingo (14), ela não quis detalhar, mas afirmou que o livro já está na fase final e deverá ser concluído ainda neste segundo semestre. Em novembro no ano passado, Terezinha Spínola lançou “Do grito a palavra: O longo caminho da linguagem”, que traz várias vertentes da palavra, envolvendo temáticas da língua portuguesa. Membro da Academia Conquistense de Letras, Terezinha Spinola é doutora em Filologia Romântica, sendo também autora de importantes obras como “A solidão com Deus: O misticismo de São João da Cruz”, “Reflexões sem roteiro: Escritos & Andanças”, entre outras. É filha do médico e ex-prefeito de Vitória da Conquista, Fernando Spinola. Como funcionária do Ministério das Relações Exteriores, exerceu funções diplomáticas de natureza multilateral e bilateral em diversas partes do mundo, especialmente na América Latina, beneficiando jovens na área educacional, sendo condecorada pelos Governos do Panamá, Paraguai, Peru e Bolívia.

Cultura: Orquestra Conquista Sinfônica encanta o público durante apresentação

Fotos: PMVC e Blog do Anderson
Fotos: PMVC e Blog do Anderson

Diante das primeiras instruções do regente, o som. Aos olhos do público, movimentos hábeis sobre instrumentos de corda e sopro, dando vida à melodia. Foi assim que a Orquestra Conquista Sinfônica realizou a sua primeira apresentação oficial na tarde desse sábado (13), no Centro de Convivência do Idoso.

SEC_0167

Com um repertório que trouxe para o sertão baiano notas de artistas de renome mundial, como Strauss e Listz, o evento reuniu autoridades públicas e personagens do meio artístico regional. O músico Elomar Figueira Mello e o poeta Carlos Jeová foram alguns dos nomes que estiveram presentes na apresentação. A Orquestra foi criada pela Administração Municipal e contemplada pelo BNB Cultural A Orquestra Conquista Sinfônica é uma iniciativa da Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer.

SEC_0177

O projeto foi contemplado pelo Edital do Programa de Cultura do Banco do Nordeste e pretende formar uma orquestra jovem, bem como ministrar aulas de música para crianças e adolescentes vinculados à Rede de Atenção e Defesa da Criança e do Adolescente.

DSC_0678

O prefeito Guilherme Menezes, que prestigiou a apresentação do início ao fim, destacou que essa é mais uma iniciativa da Administração Municipal que atua no sentido de levar emancipação sociocultural aos jovens conquistenses. “A Orquestra mostrou hoje um resultado que emocionou a todos nós. Queremos que, além dos músicos que já fazem parte dela, os alunos que integram a Rede de Atenção, as pastorais, o projeto Conquista Criança e todos esses programas participem, porque muito deles, com certeza, guardam potencial para a música”, revelou o prefeito.

Cinema: Confira os filmes em cartaz no Moviecom do Shopping Conquista Sul

Foto: Blog do Anderson
Foto: Blog do Anderson

Uma das principais atrações do Shopping Conquista Sul é o Moviecom, a prova disso são as lotações frequentes no único cinema de Vitória da Conquista. Aos apreciadores da Sétima Arte cinco filmes estão em cartaz: As Tartarugas Ninja, Hércules, Os Mercenários 3, No olho do tornado, Planeta dos Macacos e Vestido para Casar. O Moviecom Conquista Sul funciona todos os dias com sessões das 15 às 21h30. Confira a programação geral.

Cultura: Estética da Via Crúcis em Romaria desperta atenção em Conquista

Fotos: Blog do Anderson
Fotos: Blog do Anderson

Uma cena inusitada despertou a atenção de centenas de pessoas que passaram pela avenida Lauro de Freitas, em Vitória da Conquista, na noite desta quinta-feira (11). A intervenção trata-se da Estética da Via Crúcis em Romaria, encenada pela atriz Roberta Nascimento, inspirada nos rituais de beleza femininos, tais como a busca pelo corpo perfeito e pela juventude eterna, para apresentar ao público uma performance que tem como objetivo questionar o belo e contribuir com a redescoberta da liberdade do corpo da mulher.

DSC_0303

O projeto, que foi contemplado com o Prêmio Funarte Artes na Rua (Circo, Dança e Teatro) 2013, realizará apresentações e a oficina Arte Pública- Performance e ressignificação do Espaço Público pelas cidades de Porto Seguro, Vitória da Conquista, Cachoeira e Salvador. Na Capital do Sudoeste Baiano o evento acontece até este sábado (13) no Teatro Municipal Carlos Jeovah. Confira a cobertura fotográfica do Blog do Anderson.

Cultura: Roney George e Antônio Maciel expõem ‘Mulheres e Poemas’ em Conquista

Fotos: Blog do Anderson
Fotos: Blog do Anderson

Foi aberta na noite desta sexta-feira (22), em Vitória da Conquista, a exposição “Todas as mulheres do mundo e alguns poemas para desenhos”, dos artistas itapetinguenses Roney George e Antônio Maciel.

054-DSC_2190

“Essa é a primeira exposição individual que eu estou fazendo após 16 anos, então fazer aqui em Vitória da Conquista com Antônio Maciel, pra mim é como se fosse um prêmio que eu me dou fazendo essa festa familiar, inclusive com a família grande que é a cidade, que é a cidade de Itapetinga. Muita gente que conhece o meu trabalho em espécie de sinapses, por assim dizer, vai poder ter acesso ao trabalho de uma exposição mesmo. É um projeto que já aconteceu em pedaços, eu fiz um pedaço dessa exposição em Milão, nos Estados Unidos em outra exposição coletiva que eu participei com um pedaço, e nesta de Vitória da Conquista”, comentou o artista plástico.

015-DSC_2151

De acordo com César Romero, membro da Associação Internacional de Crítica de Arte, “…Roney desenvolve um trabalho singular com desenho, pintura , cenografia e moda. Criador multidisciplinar, busca inovar em cada ação que produz. Roney sabe que é de vital importância para a arte, trocas e interlocuções, e o faz em sua terra e em diferentes continentes. O saber não se esgota, se aprimora nas aproximações com o outro e com o mundo…”. A “Todas as mulheres do mundo e alguns poemas para desenhos” está aberta para visitação na Galeria Squadro, localizada na Rua 10 de Novembro, Alto Maron, Zona Leste de Vitória da Conquista. Confira a seguir a cobertura fotográfica do Blog do Anderson.

Curso Livre de Teatro inscreve em Conquista

Foto: Blog do Anderson

Gildásio Leite

Estão abertas as inscrições para o Curso Livre de Teatro oferecido pela Coordenação de Cultura da Universidade e Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), em Vitória da Conquista. Este ano, a coordenação do grupo fica a cargo do diretor Gildásio Leite. Os interessados precisam se inscrever até o próximo dia 28 de maio e a audição e seleção do grupo serão nos dias 3 e 4 de junho no Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima. “O curso será realizado no Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima em três meses. É um curso extenso que a gente finaliza sempre com a realização de um espetáculo, que é a prática, de quem participa do processo para criar procedimentos de técnicos de interpretação de personagem e da encenação propriamente”, disse Gildásio ao Blog do Anderson nessa quinta-feira (16). São 213 vagas, até 30% delas serão disponibilizadas gratuitamente para alunos bolsistas do Programa de Assistência Estudantil (Prae). As vagas são distribuídas entre os cursos de Acrobacia aérea em tecido, Coral, Corpo-criação-performance-interferência, Dança do Ventre, Flauta Doce, Piano, Teoria Musical, Teatro e Tai Chi Chan. Para se inscrever, preencha a ficha de inscrição e encaminhe para o email ccultura@uesb.edu.br, ou compareça a sala da Coordenação de Cultura. Para mais informações, entre em contato com a Coordenação pelo telefone (77) 3425-9363.

Direção do filme “A Doce Flauta de Liberdade” seleciona elenco em Conquista

Nesta sexta-feira e sábado (17 e 18 de maio), o diretor de elenco do filme “ A Doce Flauta de Liberdade”, Marcelo Sousa Brito, realizará seleção para a escolha de atores e atrizes para atuarem na produção. O filme, selecionado em edital da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult), está sendo produzido em Vitória da Conquista e região. O processo seletivo será no Teatro Carlos Jeovah, às 9 horas. Serão selecionados nove atores para o elenco principal e o  cachê individual é de R$ 1.500,00 (um mil e quinhentos reais). As filmagens estão previstas para o mês de julho. Os interessados podem se inscrever pelo e-mail seleção@adoceflauta.com.br, enviando nome e telefone, ou na página do filme no Facebook. Mais informações podem ser obtidas através do site: www.adoceflauta.com.br .

cartaz seleção

Grupo de Dança Gênesis em Conquista

Foto: Divulgação

O Rebucetê

Nesta quint-feira (2) , no Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima às 20 horas, o Grupo de Dança Gênesis apresentará o espetáculo Opaxorô com entrada franca. Opaxorô é uma narrativa coreográfica de uma das mais belas lendas dos Orixás, que conta a história da viagem de Oxalá para terra de Oyó ou terra de Xangô. O espetáculo foi contemplado no Edital Setorial 2012, da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, o qual possibilitou a circulação do Grupo de Dança Gênesis em três cidades baianas com realização de espetáculos e oficinas gratuitas. E dando continuidade à programação, sexa-feira (3) às 10h, no Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima, o Mestre King ministrará um Oficina de Dança Afro Brasileira com acesso gratuito.

Livro ‘Roma Negra’ é lançado em Conquista

Foi lançado na Livraria Nobel, no Shopping Conquista Sul, em Vitória da Conquista, na noite deste sábado (27), o livro “Roma Negra”, de autoria é do jornalista Robson do Val. Trata-se de um romance histórico que tem como pano de fundo os anos difíceis que o Brasil viveu pouco antes da abolição da escravatura. Na obra, o autor arrisca ainda mais, reproduzindo os diálogos dos personagens e reconstituindo as cenas em ritmo de aventura, prendendo o leitor à trama do início ao fim. É um livro para quem gosta de saber mais sobre a nossa história e, ao mesmo tempo, sentir o prazer de uma leitura leve e agradável. Robson do Val já trabalhou em emissoras de TV como Globo, SBT, Cultura e Rede Brasil; e já produziu mais de trinta documentários para a televisão, tratando dos mais variados temas, com destaque para os trabalhos que retratam a vida de personagens importantes, como Jorge Amado, Irmã Dulce, Moraes Moreira e Mãe Stella. Informações do Karisma News.

Fotos: Walter Lima Santos / Karisma News

Mostra relembra a arte de J.Murilo

A arte de J. Murilo será retratada numa mostra fotográfica de Micael Aquillah, que será aberta na noite dessa sexta-feira (26), no Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima. J.Murilo morreu aos 76 anos, na última semana, após quatro décadas morando em Vitória da Conquista. Influenciou muitos artistas da nova geração com a sua paixão pela arte e a sua pintura que retrata o cotidiano. Da cidade mineira de Cortes Burgos, J Murilo recebeu fortes influências do conterrâneo Guimarães Rosa, a linguagem do famoso escritor. Venceu o primeiro Congresso Internacional Guimarães Rosa realizado em Minas Gerais. Com quadros espalhados por vários países.

Conquista recebe encontro de mobilização para os Salões de Artes Visuais da Bahia

O Rebucetê 

A equipe da Coordenação de Artes Visuais da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), entidade vinculada à Secretaria de Cultura do Governo Estado (Secult/BA), finaliza em Vitória da Conquista o trabalho de mobilização de artistas visuais para a participação na edição 2013 dos Salões de Artes Visuais da Bahia. Nesta quinta-feira (25) , às 20 horas, o Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima será local do encontro, gratuito e aberto a quaisquer interessados, onde serão apresentadas orientações para participação no edital e feitas ações de divulgação. Com esta viagem, completam-se as visitas às cinco cidades onde as exposições do projeto serão realizadas este ano.

“Simbiose” em Conquista

Foto: Gabriel Guerra

Entre os próximos dias 2 a 31 de maio, o artista visual, Gabriel Guerra, leva a exposição Simbiose: Conceito de Unicidade entre Fotografia e Dança, para o Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima, em Vitória da Conquista. A mostra é gratuita e conta com vinte peças de 70×50, além de duas panorâmicas que propõe uma leitura do corpo através da simbologia da dança. As fotos foram tiradas em estúdio e na Praia do Flamengo, em Salvador, os dançarinos Leandro de Oliveira e Mariana Gottschalk expressam a leveza do corpo em suaves gestos e movimentos. De acordo com Gabriel, o conceito da “Simbiose” veio através de pesquisas fotográficas, em 2008 a partir de um contato direto com a dança, o artista iniciou uma reflexão que questionava a posição da fotografia como mero registro visual. A ideia era simples, fotografar enquanto os dançarinos improvisam. “Eu enquanto corpo-fotógrafo e eles enquanto corpos-dançarinos, ambos em uma grande performance. Tudo que resultasse desse processo seria um produto co-criado, fruto de uma relação mútua, simbiótica”, explica Gabriel que caracteriza a Simbiose como uma plena expressão dessa imaginação. Após a exibição em Vitória da Conquista, a exposição fará temporada na cidade de Itapetinga, em um projeto viabilizado pelo Edital Setorial de Artes Visuais, da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB).

Date Sena expõe arte em Salvador

Quarenta e oito fotografias de casamento, a camisola da noite núpcias, uma imagem de Santo Antônio de Cabeça para baixo, poesia romântica, objetos pessoais e de decoração, um terno e um vestido de noiva. Esses elementos compõem a exposição “O tempo e o matrimônio”, do artista conquistense Date Sena, que foi aberta na última sexta-feira (8 e vai até o dia 15 de abril, na Galeria do Conselho de Cultura da Bahia, em Salvador.  A partir da memória do casamento de seus pais, Date Sena recolheu diversos elementos alusivos ao matrimônio, que constituem uma representação da cultura do interior da Bahia. O artista toma como referência um casamento ideal, que só termina com a morte de um dos cônjuges.

Fotos: Divulgação

Date Sena realiza exposição em Salvador

Foto: Blog do Anderson

Quarenta e oito fotografias de casamento, a camisola da noite núpcias, uma imagem de Santo Antônio de Cabeça para baixo, poesia romântica, objetos pessoais e de decoração, um terno e um vestido de noiva. Esses elementos compõem a exposição “O tempo e o matrimônio”, do artista conquistense Date Sena, que acontece entre os dias 8 de março e 15 de abril, na Galeria do Conselho de Cultura da Bahia, em Salvador.  A partir da memória do casamento de seus pais, Date Sena recolheu diversos elementos alusivos ao matrimônio, que constituem uma representação da cultura do interior da Bahia. O artista toma como referência um casamento ideal, que só termina com a morte de um dos cônjuges.

Date conta que a ideia surgiu em meio ao sofrimento pela perda do pai, há sete anos. “Eu já pensava em fazer alguma obra em homenagem à vida dele. Quando ele faleceu, eu tive a ideia de fazer uma exposição de pertences pessoais dele e de minha mãe, contando a história do casamento deles. Aí eu criei “O tempo e o matrimônio”, com representações de antes do pedido de casamento até a morte. São peças íntimas mesmo. Tem toda uma história romântica por traz, e detalhes da convivência dos dois”, conta. Date Sena começou a trabalhar com artes plásticas há aproximadamente 20 anos, já participou de exposições em diversas cidades brasileiras e ganhou alguns prêmios. Além das telas, trabalha com música, fotografia e outras formas de expressão artística. Em junho, as telas de Date Sena serão expostas na Argentina, ao lado do trabalho de outros artistas conquistenses, como Romeu Ferreira e Silvio Jessé, numa exposição intitulada Joia do Sertão Baiano. “Eu sempre estudei por curiosidade, história da arte, técnicas de pintura, técnicas de trabalho com resina acrílica. Eu não me considero um artista plástico, eu sou artista multimídia”, comenta.

Date Sena realiza exposição em Salvador

Foto: Blog do Anderson

Quarenta e oito fotografias de casamento, a camisola da noite núpcias, uma imagem de Santo Antônio de Cabeça para baixo, poesia romântica, objetos pessoais e de decoração, um terno e um vestido de noiva. Esses elementos compõem a exposição “O tempo e o matrimônio”, do artista conquistense Date Sena, que acontece entre os dias 8 de março e 15 de abril, na Galeria do Conselho de Cultura da Bahia, em Salvador.  A partir da memória do casamento de seus pais, Date Sena recolheu diversos elementos alusivos ao matrimônio, que constituem uma representação da cultura do interior da Bahia. O artista toma como referência um casamento ideal, que só termina com a morte de um dos cônjuges.

Date conta que a ideia surgiu em meio ao sofrimento pela perda do pai, há sete anos. “Eu já pensava em fazer alguma obra em homenagem à vida dele. Quando ele faleceu, eu tive a ideia de fazer uma exposição de pertences pessoais dele e de minha mãe, contando a história do casamento deles. Aí eu criei “O tempo e o matrimônio”, com representações de antes do pedido de casamento até a morte. São peças íntimas mesmo. Tem toda uma história romântica por traz, e detalhes da convivência dos dois”, conta. Date Sena começou a trabalhar com artes plásticas há aproximadamente 20 anos, já participou de exposições em diversas cidades brasileiras e ganhou alguns prêmios. Além das telas, trabalha com música, fotografia e outras formas de expressão artística. Em junho, as telas de Date Sena serão expostas na Argentina, ao lado do trabalho de outros artistas conquistenses, como Romeu Ferreira e Silvio Jessé, numa exposição intitulada Joia do Sertão Baiano. “Eu sempre estudei por curiosidade, história da arte, técnicas de pintura, técnicas de trabalho com resina acrílica. Eu não me considero um artista plástico, eu sou artista multimídia”, comenta.

Lavagem do Beco abre o Carnaval de Conquista

Fotos: Blog do Anderson

A folia momesca está de volta às ruas de Vitória da Conquista neste Carnaval, que acontece entre os dias 9 e 12 de fevereiro. Novidades marcam o retorno do bloco Curtaki. Neste sábado (9), a partir das 11 horas, a folia será iniciada com a Lavagem da Alameda Ramiro Santos, ao som do maestro Seca Gás e sua Banda de Sopro. No domingo (10), às 15h, terá início o carnaval propriamente dito.

O percurso foi alterado e agora começa na concha acústica do Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima. Dali, o bloco seguirá pela Rua Siqueira Campos, pontuando a marcha com pequenas paradas na Praça do Gil e, mais à frente, na já tradicional Travessa Zulmiro Nunes, o famoso “Beco”, até chegar à Praça Barão do Rio Branco. O aumento do percurso, segundo os organizadores, destina-se a proporcionar aos foliões mais tempo para se divertir. A diversão ficará por conta de um minitrio elétrico com a Banda Curtaki, munida da tradicional “guitarra baiana” e formada pelos músicos Jura, Cidão, Danga, Valdir e Eurico, já conhecidos dos antigos foliões por terem tocado durante os tempos áureos do carnaval de rua conquistense.

No repertório, o indispensável: frevos, antigos axés e marchinhas de carnaval. A segunda-feira (11), os foliões poderão acompanhar o cortejo afro, com o grupo Marujada e o samba reggae dos anos 80 e 90. A atração descerá pela Praça Tancredo Neves, também em direção à Praça Barão do Rio Branco. Na terça-feira (12), acontecerá novamente a programação do domingo.

Cortejo Afro Omolu Asé no Carnaval de Conquista

Foto: Blog do Anderson

Nessa segunda edição do chamado retorno do Carnaval Conquistense, o Cortejo Afro Omolú Asé vai estrear a sua participação na festa do Momo. Partindo da Catedral Metropolitana Nossa Senhora das Vitórias, na Praça Presidente Tancredo Neves, as Negras do Beco e Marujada sairão em procissão até a Praça Barão do Rio Branco, na tarde da segunda-feira (11), às 15 horas. “Vamos fazer um cortejo para marcar que o movimento existe na cidade e no ano que vem pensar numa coisa mais bem elaborada e fazer um cortejo mais alegre, mais colorido”, disse PC Lima Santos, um dos organizadores do Carnaval.

Silvio Jessé inaugura ateliê em Mucugê

Foto: Blog do Anderson

O artista plástico conquistense, Silvio Jessé, inaugura neste Carnaval o seu novo ateliê, dessa vez histórica cidade da Chapada Diamantina, Mucugê, onde vários amigos e admiradores do autor das belas-artes estarão presentes. Silvio Jessé é um dos artistas mais expressivos do Sudoeste Baiano, tanto em sua arte, que remonta quadros comuns ao sertanejo, quanto em sua atuação, tendo participado de inúmeras exposições desde 1979. Antes de retratar apenas o homem, animal, cactus, céu, sol e terra, Jessé traz a tona o lirismo dessa gente, a sua capacidade de abstração, de buscar a fantasia dos contornos, a geometria quase-exata que emana do sol, a transfiguração dos corpos pela rudez da terra. A receptividade do contemplador é imediata e as cores quentes suscitam n’alma deste uma quase-respiração ofegante: a pincelada marcante do pintor extrapola o limite do quadro e toca mais de um sentido do visitante. Silvio Jessé dos Santos Júnior nasceu em Vitória da Conquista, no dia 6 de setembro de 1960. Começou participando do 10º Salão dos Estreantes na Galeria Panorama em Salvador, homenageando a região do semi-árido brasileiro, exaltando a beleza da terra seca, do Sol implacável, dos bichos e do homem nordestino. Com formação acadêmica em Educação Artística com habilitação em Desenho, Sílvio Jessé retira da seca caatinga a essência de sua arte. O artista plástico tem um longo caminho percorrido e sua temática, muito marcante, sempre foi inspirada nesta beleza simples, que encontra graça e harmonia no meio da aridez quase perene. Com informações do site da socialite Rejane Martinet.

Espetáculo “Iauretê” encerra 2ª edição da Temporada Verão Cênico em Conquista

Foto: Aldren Lincoln

A Temporada Verão Cênico, realizada pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), chega à sua última semana, estimulando a difusão, a diversidade, a acessibilidade e a atuação em rede do teatro baiano. Em Vitória da Conquista, o projeto apresentou três grandes espetáculos, somando um público de mais de 1.200 pessoas. Nessa quarta-feira (30), às 20h, no Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima, a Temporada será encerrada com a peça “Iauretê”, que marca os 33 anos do Grupo de Teatro Palmares Iñaron. Os ingressos custam R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia). A peça é uma livre adaptação do conto “Meu tio o iauaretê”, de Guimarães Rosa, e da obra literária “Maíra”, de Darcy Ribeiro. Depoimentos verídicos registrados na I Assembléia de Índios realizada em Merurí, Mato Grosso , em 1977, também fazem parte do espetáculo. O enredo cruza as histórias de dois personagens: Oxim, um místico caboclo interpretado por Victor Kizza, e Mehín Índio, que ganha vida com a interpretação de Maria Janaína. “Iauretê” é adaptado e dirigido por Lia Spósito (Macunaíma, Cangaço, O Trem Baiano) e ainda conta com a direção musical de Bira Reis e a orientação artística de Antônio Godi. Premiação – O espetáculo foi premiado na edição 2010 do Festival Nacional Ipitanga de Teatro (FIT), em Lauro de Freitas, com o Troféu de Melhor Ator para Victor Kizza. “Iauretê” foi um dos grandes representantes da Bahia e do nordeste no Festival de Teatro de Curitiba, em 2011, um dos mais expressivos eventos anuais de teatro do país.